Pular para o conteúdo principal

Globo nega ter feito campanha para Luciano Huck no ‘Domingão do Faustão’

A afirmação vem após integrantes do PT entrarem com representação no TSE contra a emissora por suposto abuso dos meios de comunicação

Globo nega ter feito campanha para Luciano Huck no ‘Domingão do Faustão’
Luciano Huck

A TV Globo informou em nota oficial, divulgada nesta terça-feira (9) que cumpre a legislação eleitoral, tem política interna rigorosa e não apoia qualquer candidato nas eleições de 2018.
A afirmação vem após integrantes do PT entrarem com representação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contra a emissora por suposto abuso dos meios de comunicação e de poder econômico após a participação de Luciano Huck no Domingão do Faustão. No programa, Huck falou sobre o atual cenário político do Brasil.
TV Globo comunicou, ainda, que se limitará a realizar cobertura jornalística das eleições de 2018 seguindo as regras de seus princípios editoriais. “No período que antecede anos eleitorais, conversamos com diversos profissionais do nosso castingpara relembrá-los sobre as regras que, entre outras restrições, impedem que contratados da emissora que desejem se candidatar permaneçam no ar em qualquer programa”, informa a emissora.

Veja São Paulo

https://vejasp.abril.com.br/cidades/globo-campanha-luciano-huck-domingao/

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PT atrasa pagamentos e funcionários da campanha cruzam os braços

Por causa de atraso nos pagamentos, parte dos funcionários da campanha do PT à Presidência nas eleições 2018 decidiu cruzar os braços e interrompeu os trabalhos nesta semana, em meio à substituição do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado e preso na Lava Jato, por Fernando Haddad como cabeça de chapa. Os profissionais integram as equipes responsáveis pela produção dos programas eleitorais do partido para a TV, o que ameaça a entrega dos novos comerciais da coligação.
O Estadão/Broadcast apurou que parte da equipe de pré e pós-produção de vídeo da campanha petista está parada há pelo menos dois dias, o que pode atrapalhar a produção de programas dedicados a apresentar Haddad como indicado de Lula, cuja candidatura foi barrada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), com base na lei da Ficha Limpa, que torna inelegível condenados por decisão colegiada.
A paralisação dentro da campanha começou, de maneira progressiva, na semana passada, durante o feriado de 7 de Setembro. Os co…

Sinais visíveis de embriaguez marcam a posse de Dias Toffoli (Veja o Vídeo)

A chefia da mais Alta Corte do país é um prodígio! Canta tão bem quanto exerce seu ofício.



Qualquer cidadão tem o direito de comemorar as suas conquistas. Isto é inegável.

O cidadão José Antonio Dias Toffoli tentou conquistar por duas vezes um lugar na magistratura. Perdeu os dois concursos.

Partiu para a advocacia e virou advogado de sindicatos e do PT. Assim, fez carreira como advogado do PT. Nessa condição, conheceu as principais lideranças do partido e com a ascensão ao poder galgou cargos na administração pública, até ser guindado a ministro do Supremo Tribunal Federal (STF).

Individualmente, uma conquista maiúscula, que nesta quinta-feira (13) atingiu o seu ápice, com a sua condução ao cargo de presidente da Corte.

Lamentavelmente, na festa de comemoração, o novo presidente extrapolou.

Publicamente e certamente com dinheiro público, tomou um porre sem precedentes.

Na opinião do jurista Modesto Carvalhosa “o PT assume a presidência do STF e quebra com o decoro em sua festa de po…

ADÉLIO NA TV- A defesa de Adélio Bispo de Oliveira, pede autorização a juíz, para que Adélio de entrevista a um programa de televisão

Por Claudio Dantas  ( O Antagonista) A defesa de Adélio Bispo de Oliveira, que tentou matar Jair Bolsonaro, pediu ao juiz Bruno Savino, da 3ª Vara da Justiça Federal de Juiz de Fora (MG), autorização para que o criminoso conceda entrevista a um programa de televisão.
O MPF se manifestou pelo encaminhamento do pedido à Direção da Penitenciária Federal de Campo Grande (MS), onde Adélio está custodiado. Savino concordou.