Pular para o conteúdo principal

Juíza afirma que pedidos de visitas a Lula são “incabíveis”


Marcello Casal jr/Agência BrasilParlamentares reclamam de proibição de visitar Lula na sede Polícia Federal, em Curitiba


A juíza Carolina Lebbos, que já havia proibido que lideranças partidárias e apoiadores visitassem Lula na prisão, rejeitou o pedido de seis centrais sindicais para encontrar o ex-presidente em 2 de maio, logo após o Dia do Trabalho. A magistrada afirma que não deve analisar a questão, visto que o mérito sobre visitas deve ser direcionado à Polícia Federal.

Segundo Carolina, são “incabíveis as visitas pleiteadas”. Vale ressaltar que o juiz Sergio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba, havia autorizado apenas que os advogados e familiares de Lula o visitassem na prisão.

Mesmo com a proibição da Justiça, as Centrais Sindicais pretendem realizar atos no 1º de Maio, nas proximidades da PF em Curitiba. Logo pela manhã, os militantes devem promover uma reunião para desejar bom dia ao ex-presidente.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Eunício pede ao STF para que negue pedido de votação aberta na eleição do Senado

Eunício Oliveira acaba de enviar um ofício ao STF pedindo para que Marco Aurélio Mello não acate o pedido para que a votação para a presidência do Senado seja aberta.

O Antagonista

EUA reagem ao envio de bombardeiros russos à Venezuela

Autoridades dos Estados Unidos reagiram vigorosamente ao envio de bombardeiros estratégicos russos TU-160 para a Venezuela. Autoridades do Pentágono disseram que dois bombardeiros russos – o Tupolev TU-160 BlackJacks, que pode voar a velocidades supersônicas – estão na Venezuela, junto com todos equipamentos necessários para reabastecimento e manutenção. Mike Pompeo, secretário de Estado dos Estados Unidos, condenou a decisão de Moscou de enviar os bombardeiros nucleares para a Venezuela. Ele declarou:

Jornalistas da grande mídia celebram prêmio falso para repórter da Folha

Profissionais de veículos da grande mídia brasileira estão parabenizando uma jornalista da Folha por um prêmio falso divulgado por perfil paródia no Twitter. Tudo começou com um tuíte do usuário @monicabengamo no Twitter. O perfil aparenta ter viés humorístico, uma espécie de paródia com a jornalista da “Folha de S. Paulo“, Mônica Bergamo. A mensagem original foi publicada na sexta-feira (14) às 16h40 (horário de Brasília).  “A competente colega Patrícia Campos Mello acaba de ganhar o Prêmio Folha Brasileiro do Ano 2018. O Prêmio a reconheceu como “Guardiã da Verdade”, afirma o perfil.