Pular para o conteúdo principal

Líder do PT diz que vai fazer 'inspeção' em prisão de Lula mesmo com negativa de juíza


Imagem: Reprodução / Redes Sociais

















Em nota divulgada nesta noite de segunda-feira, 23, o líder do PT na Câmara, Paulo 
Pimenta (RS), comunicou que manterá para esta terça-feira, 24, a inspeção na 
Superintendência da Polícia Federal no Paraná independentemente da decisão da 
juíza Carolina Lebbos, da 12ª Vara de Execuções Penais de Curitiba, de proibir a
 visita dos deputados ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

"A juíza não poderia invadir prerrogativa da Câmara dos Deputados, definida pela 
Constituição Federal, e tampouco lhe caberia negar um pedido que não foi feito 
pela Comissão. A atitude da juíza é um grave ataque ao Poder Legislativo e um 
atentado à independência dos três Poderes e ao Estado democrático de direito",
 diz a nota assinada por Pimenta.

Na decisão, a juíza alega não ver necessidade de novas diligências na cela especial
 onde o petista cumpre a pena de 12 anos e um mês no caso tríplex. Na semana
 passado, senadores estiveram na Superintendência da PF em visita a Lula. Sob a 
coordenação de Pimenta, a comissão externa é composta pelos deputados Bebeto
 (PSB-BA), Ivan Valente (PSOL-SP), Orlando Silva (PCdoB-SP), Jandira Feghali 
(PCdoB-RJ), Weverton Rocha (PDT-MA), André Figueiredo (PDT-CE), 
Wadih Damous (PT-RJ), José Guimarães (PT-CE) e Paulo Teixeira (PT-SP).


Também há um requerimento aprovado para que deputados da Comissão de Direitos
 Humanos da Câmara visitem Lula na prisão. Os deputados alegam que o objetivo é
 verificar in loco as condições em que se encontra detido o ex-presidente da República.
 "Em nenhum momento a Comissão solicitou à juíza Carolina Lebbos autorização para 
a inspeção, pois se trata de prerrogativa constitucional da Câmara dos Deputados formar
 comissões externas para que averiguem condições carcerárias em todo o território 
nacional, inclusive na sede da Polícia Federal em Curitiba. A Comissão comunicou
 à juíza a data da realização da inspeção e lhe solicitou providências junto à Polícia
 Federal para viabilizar o acesso da delegação parlamentar", acrescenta Pimenta.

Politica na Rede

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

TSE suspende propaganda do PT que associa Bolsonaro à tortura

Luis Felipe Salomão, do TSE, suspendeu a propaganda eleitoral em que a coligação petista associa Jair Bolsonaro à ditadura e à tortura.

O ministro atendeu o pedido da defesa de Bolsonaro, que alegou que o programa veiculado viola a lei eleitoral, “uma vez que incute medo na população ao sugerir que se o candidato Jair Bolsonaro for eleito vai perseguir e torturar eventuais opositores políticos”.

“O tribunal tem feito um esforço no sentido de elevar o nível do debate para se evitar a disseminação desse clima de pânico que estão criando”, disse o advogado de Bolsonaro, Tiago Ayres, a O Antagonista.

Cid Moreira reaparece e comove o Brasil: ”Vivo minha fase final”

Apresentador que marcou a história do ‘Jornal Nacional’ fala sobre os 90 anos. Famoso durante muito tempo por dar o ‘boa noite’’ no ‘’Jornal Nacional’’, Cid Moreira agora é mais conhecido por ser a ‘’’voz de Deus’’ [VIDEO]. Aos 90 anos de idade, o jornalista investe o seu tempo nas narrações de textos bíblicos e comove milhares de cristãos. Cid Moreira recusou-se a fazer propaganda milionária ao lado de Fátima Bernardes Cid é casado com Fátima Moreira há 16 anos e deu uma entrevista ao portal de notícias UOL sobre o fato de estar completando 90 anos com a saúde em dia. “Vivo minha fase final”, afirmou. Entre os muitos fatos pitorescos de sua vida narrados na reportagem, Moreira revela que se recusou a receber R$ 2 milhões para fazer uma propaganda de carne ao lado de Fátima Bernardes. A celebridade, na época, teria recebido R$ 5 milhões para o comercial. O jornalista também chegou a injetar silicone líquido no rosto, o que o fez quase perder a visão de um dos olhos. Filho processa Ci…

Juninho Pernambucano Chama Moro De “Canalha, Traidor Da Pátria”

“Esse canalha traidor da pátria pagará por tudo isso, não tem jeito e ele sabe. Pode demorar, mas traidores não escapam”, afirmou o ex-jogador Juninho Pernambucano sobre o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro O ex-jogador Juninho Pernambucano bateu pesado no ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, para quem “a resposta às críticas injustas da imprensa ou das redes sociais não pode jamais ser a censura ou o controle da palavra”. Complementado um tweet do líder do PT na Câmara dos Deputados, Paulo Pimenta (RS), Juninho escreveu: “Paulo, esse canalha traidor da pátria, pagará por tudo isso, não tem jeito e ele sabe. Pode demorar, mas traidores não escapam. E sabemos quem o faz ter tanta confiança pra passar por cima de tudo, quem o segura, protege e torna suas mentiras, parte da lei. O mundo sabe”.
Para Juninho Pernambucano Moro é traidor por prender o maior ladrão da pátria.  Só no Brasil mesmo. Petista e asno são iguais.