Pular para o conteúdo principal

Renomado Ator Alerta Para Atitude Estranha De Joaquim Barbosa Que Teria Favorecido O PT




Uma postagem do renomado ator Carlos Vereza mostrou uma indignação e preocupação que envolve o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, que pode, inclusive, ser um candidato à Presidência do Brasil.

Na época do Mensalão, Barbosa estava sendo visto por muitos brasileiros como uma força que lutava contra os corruptos. Ele foi um dos precursores em levar nas sessões da Corte todo o esquema corrupto que envolvia partidos políticos, principalmente o #PT. Os brasileiros aplaudiam o ex-ministro ao verem sua atuação forte nos julgamentos da Corte.


Porém, tudo acabou se perdendo. As investigações pararam e o ex-ministro que poderia ainda dar muita dor de cabeça aos supostos criminosos decidiu se aposentar precocemente e deixou a Corte.

Agora, ele negocia com um partido a consolidação de uma candidatura à presidência.

Conforme uma publicação do ator Carlos Vereza, ele lembrou que Barbosa foi protagonista de um fato interessante e que muitos brasileiros já devem ter esquecidos. Se a atitude do ex-ministro do STF tivesse sido outra, muito mal teria sido evitado no país.

Publicação do ator
Através de seu Facebook, Carlos Vereza lembrou que o publicitário Marcos Valério, operador do Mensalão e que tenta até hoje uma delação com a Polícia Federal (PF), procurou o ex-ministro, na época, para entregar todos os envolvidos na morte do prefeito de Santo André, Celso Daniel.

Barbosa o ignorou e para acabar de vez com o publicitário, o condenou a maior pena do julgamento do Mensalão: mais de 40 anos de prisão.

As informações de Marcos Valério poderiam ter elucidado esse crime bárbaro que pode ter envolvido a cúpula do PT

Segundo Vereza, o publicitário era um elemento de ligação e sua prisão seria uma forma de abafar o caso.

No decorrer do julgamento, o ex-ministro José Dirceu e outros petistas, incluindo o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, conseguiram se livrar de uma pena de formação de quadrilha, graças ao voto do decano da Corte, Celso de Mello.

Nervoso com repórter
Numa de suas entrevistas, Carlos Vereza se mostrou irritado com um repórter do jornal O Povo e chegou a dizer que ele era um petista. Vereza havia falado que 90% da TV Globo era formado por petistas e só não demitiram ele ainda, porque deve ter algum tipo de respeito, comentou o ator.

A revolta de Vereza com o repórter Renato Abê continuou nas redes sociais. As perguntas dele estariam sendo vistas como ofensas por Vereza.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Cuba, Venezuela, Bolívia, Angola, Guiné Equatorial e Congo não investirão mais no Brasil se Bolsonaro for eleito.

Bolsonaro já disse, não tem acordo com a esquerda, países como, Cuba, Venezuela, Bolívia, Angola, Guiné equatorial, Congo e entre outros, não levarão nenhum centavo do povo brasileiro.

O Paí já colocou R$ 42 Bilhões na Ilha que ficou mais conhecida como Ilha de Fidel. Dinheiro que poderia modernizar nossos aeroportos, portos e rodovias.
Uma risonha presidente Dilma Rousseff inaugurou, ao do ditador cubano Raúl Castro, a primeira fase do Porto de Mariel, em Havana.

 Na época a presença de Dilma se devai a uma razão principal : a conta foi paga por ela- na verddae, por todos os brasieliros. O Mariel custou US$ 957 milhões de dólares, dos quais US4 802 milhões vieram de financiamento concedido pelo banco nacional de Desenvolvimento Econômico e Social(BNDES).

 O montante equivale a 2 bilhões. Dinheiro que poderia modernizar nossos aeroportos, portos e rodovias.

Istoé notícia-Jornal 21 Brasil

TSE suspende propaganda do PT que associa Bolsonaro à tortura

Luis Felipe Salomão, do TSE, suspendeu a propaganda eleitoral em que a coligação petista associa Jair Bolsonaro à ditadura e à tortura.

O ministro atendeu o pedido da defesa de Bolsonaro, que alegou que o programa veiculado viola a lei eleitoral, “uma vez que incute medo na população ao sugerir que se o candidato Jair Bolsonaro for eleito vai perseguir e torturar eventuais opositores políticos”.

“O tribunal tem feito um esforço no sentido de elevar o nível do debate para se evitar a disseminação desse clima de pânico que estão criando”, disse o advogado de Bolsonaro, Tiago Ayres, a O Antagonista.

Dilma e Gleisi vão a Cuba 'denunciar' situação de Lula no Foro de São Paulo

A ex-presidente Dilma Rousseff e a presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann, viajam na semana que vem para Cuba para participar do encontro anual do Foro de São Paulo, que congrega partidos políticos e organizações de esquerda da América Latina. Ali, as duas pretendem "fazer uma denúncia" sobre a situação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que os petistas classificam como "prisão política".


"Eu vou agora para o Foro de São Paulo fazer uma denúncia também. Dilma vai, resolvemos ir para fazer a denúncia do que está acontecendo", disse Gleisi ao Valor PRO. "Nós vamos ter todos os partidos de esquerda e centro-esquerda da América Latina reunidos lá, autoridades. E nós vamos para denúncia internacional." O encontro ocorre em Havana entre o domingo, 15 de julho, e a terça, 17. No site da entidade, já há destaques para a prisão do ex-presidente, como um "Mapa de Mobilização Mundial Lula Livre" e manifestações de políticos e entidades…