Pular para o conteúdo principal

Acampamento de seguidores de Lula encolhe, mas tensão com os moradores da região cresce


Imagem: Theo Marques / Frame Photo



















Um drone branco sobrevoa diariamente o prédio da Polícia Federal em Curitiba 
(PR), onde Luiz Inácio Lula da Silva está preso há um mês, condenado pela 
Operação Lava Jato no caso triplex do Guarujá. Pela câmera acoplada na mini 
aeronave não tripulada, policiais monitoram o movimento dos moradores locais 
indignados e dos “acampados”, que se avizinharam, em resistência ao encarceramento 
do ex-presidente, na área sitiada do entorno da superintendência da PF, onde o ambiente
 é cada vez mais tenso.

Os episódios recorrentes de conflitos levaram na última semana o prefeito de Curitiba, 
o urbanista Rafael Greca (PMN), a fazer uma “suplica” à Justiça. Cobrou a remoção de
 Lula – e dos manifestantes – do local, em ofício, em nota e via rede social, e apontou que
 o zoneamento urbano do bairro, onde está a sede da PF, pode até comportar um prédio com 
o serviço de emissão de passaportes, mas não “alojar, em caráter de confinamento 
penitenciário, um preso com a expressiva trajetória política do líder sindical, mentor 
e líder de movimentos sociais, ex-presidente da República”.

Folha Política

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Eunício pede ao STF para que negue pedido de votação aberta na eleição do Senado

Eunício Oliveira acaba de enviar um ofício ao STF pedindo para que Marco Aurélio Mello não acate o pedido para que a votação para a presidência do Senado seja aberta.

O Antagonista

EUA reagem ao envio de bombardeiros russos à Venezuela

Autoridades dos Estados Unidos reagiram vigorosamente ao envio de bombardeiros estratégicos russos TU-160 para a Venezuela. Autoridades do Pentágono disseram que dois bombardeiros russos – o Tupolev TU-160 BlackJacks, que pode voar a velocidades supersônicas – estão na Venezuela, junto com todos equipamentos necessários para reabastecimento e manutenção. Mike Pompeo, secretário de Estado dos Estados Unidos, condenou a decisão de Moscou de enviar os bombardeiros nucleares para a Venezuela. Ele declarou:

Jornalistas da grande mídia celebram prêmio falso para repórter da Folha

Profissionais de veículos da grande mídia brasileira estão parabenizando uma jornalista da Folha por um prêmio falso divulgado por perfil paródia no Twitter. Tudo começou com um tuíte do usuário @monicabengamo no Twitter. O perfil aparenta ter viés humorístico, uma espécie de paródia com a jornalista da “Folha de S. Paulo“, Mônica Bergamo. A mensagem original foi publicada na sexta-feira (14) às 16h40 (horário de Brasília).  “A competente colega Patrícia Campos Mello acaba de ganhar o Prêmio Folha Brasileiro do Ano 2018. O Prêmio a reconheceu como “Guardiã da Verdade”, afirma o perfil.