Pular para o conteúdo principal

Dilma diz que 'preso ou solto, condenado ou absolvido', Lula reconstruirá o país


Imagem: Cynthia Vanzella / Divulgação


















"É importante que as eleições não sejam manipuladas", afirmou a ex-presidente petista
 Dilma Rousseff, em entrevista à rede britânica BBC, nesta quarta-feira (16), quando
 perguntada se os brasileiros aceitariam o resultado eleitoral em outubro sem o ex-presidente
 Lula, preso há um mês, no pleito. 


"É importante que a população brasileira tenha convicção disso [da não manipulação]", disse Dilma.
 "Você não acha que houve um golpe no Brasil, eu acho que houve. E eu tenho mais experiência
 de golpe que o senhor", disse ao entrevistador Shaun Ley. 
"Eu vivi um golpe da ditadura militar dentro de uma prisão. Eu sei a capacidade da elite brasileira
 de ser golpista. Há um processo no Brasil e ele tem que ser interrompido pelo bem dos 
brasileiros", afirmou a ex-presidente.

Para ela, quem pode ajudar a interromper esse processo e estabilizar as condições democráticas
 do país é Lula, que cumpre pena de 12 anos e um mês de prisão, pelos crimes de corrupção e
 lavagem de dinheiro no caso do tríplex de Guarujá (SP).

“Temos que restabelecer as condições democráticas, inclusive nas instituições. Eu acredito, de 
uma forma muito forte, que o presidente Lula pode ajudar nessa estabilização", disse Dilma.
 "Eu acredito em mais do que isso. Preso ou solto, condenado ou absolvido, ele será
 necessariamente uma presença na reconstrução do Brasil."

O petista também é a resposta para a divisão do país, que vai da "Suprema Corte ao local mais
 humilde", segundo Dilma. 

"Lula é um conciliador, nunca foi uma pessoa radical que não soubesse construir consensos,
 nem tampouco criar pontes", disse, lembrando que o ex-presidente é criticado pelas alianças que
 fez para governar. 

Folha Política

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Eunício pede ao STF para que negue pedido de votação aberta na eleição do Senado

Eunício Oliveira acaba de enviar um ofício ao STF pedindo para que Marco Aurélio Mello não acate o pedido para que a votação para a presidência do Senado seja aberta.

O Antagonista

EUA reagem ao envio de bombardeiros russos à Venezuela

Autoridades dos Estados Unidos reagiram vigorosamente ao envio de bombardeiros estratégicos russos TU-160 para a Venezuela. Autoridades do Pentágono disseram que dois bombardeiros russos – o Tupolev TU-160 BlackJacks, que pode voar a velocidades supersônicas – estão na Venezuela, junto com todos equipamentos necessários para reabastecimento e manutenção. Mike Pompeo, secretário de Estado dos Estados Unidos, condenou a decisão de Moscou de enviar os bombardeiros nucleares para a Venezuela. Ele declarou:

Jornalistas da grande mídia celebram prêmio falso para repórter da Folha

Profissionais de veículos da grande mídia brasileira estão parabenizando uma jornalista da Folha por um prêmio falso divulgado por perfil paródia no Twitter. Tudo começou com um tuíte do usuário @monicabengamo no Twitter. O perfil aparenta ter viés humorístico, uma espécie de paródia com a jornalista da “Folha de S. Paulo“, Mônica Bergamo. A mensagem original foi publicada na sexta-feira (14) às 16h40 (horário de Brasília).  “A competente colega Patrícia Campos Mello acaba de ganhar o Prêmio Folha Brasileiro do Ano 2018. O Prêmio a reconheceu como “Guardiã da Verdade”, afirma o perfil.