Pular para o conteúdo principal

Ministro do TSE defende que voto impresso é inconstitucional: 'Vai dar problema'


Imagem: Reprodução / Redes Sociais

















O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Admar Gonzaga, defendeu que a
 Corte julgue inconstitucional a implementação do voto impresso nas eleições 
brasileiras. Em debate na capital paulista nesta sexta-feira, 11, o magistrado afirmou 
que o mecanismo servirá para "bater palma para perdedor" e gasto com o sistema é 
excessivo.



"Vamos gastar R$ 2 bilhões, isso me deixa doente, para bater palma para perdedor.
 Isso não entra na minha cabeça, não convém à democracia e, para mim, é 
inconstitucional", disse Gonzaga. Ele reforçou a defesa para que o TSE declare o 
mecanismo inconstitucional.


Segundo Gonzaga, o dispositivo que imprime o voto na urna eletrônica e o armazena, 
sem exibir o comprovante impresso para o eleitor, pode ter falhas e invalidar o voto de 
sessões eleitorais no País. "Vai dar problema. Não sei como os brasileiros compraram 
essa ideia."


Ele exemplificou uma situação em que o aparelho que imprime o voto, corta o papel e 
o deposita em lugar reservado tenha falhas. Um mesário, nesse caso, poderia abrir o
 dispositivo para verificar o erro e violar o sigilo do voto do eleitor, alertou o ministro.


Mostrando seu celular, Admar Gonzaga questionou como as pessoas não suspeitam da 
tecnologia ao fazer transações bancárias pelo aparelho móvel, mas desconfiam da urna
 eletrônica. "Na urna eletrônica não tem vírus", argumentou.


Para o ministro, o voto impresso é um problema ainda maior do que as chamadas 
"fake news" na campanha eleitoral. "Não me preocupa a questão da fake news, eu
 acho que isso vai acabar se resolvendo com tecnologia", disse o magistrado. 
Os cidadãos, segundo ele, têm condições de buscar ferramentas para identificar
 notícias falsas durante o processo eleitoral.

Folha Política

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Eunício pede ao STF para que negue pedido de votação aberta na eleição do Senado

Eunício Oliveira acaba de enviar um ofício ao STF pedindo para que Marco Aurélio Mello não acate o pedido para que a votação para a presidência do Senado seja aberta.

O Antagonista

EUA reagem ao envio de bombardeiros russos à Venezuela

Autoridades dos Estados Unidos reagiram vigorosamente ao envio de bombardeiros estratégicos russos TU-160 para a Venezuela. Autoridades do Pentágono disseram que dois bombardeiros russos – o Tupolev TU-160 BlackJacks, que pode voar a velocidades supersônicas – estão na Venezuela, junto com todos equipamentos necessários para reabastecimento e manutenção. Mike Pompeo, secretário de Estado dos Estados Unidos, condenou a decisão de Moscou de enviar os bombardeiros nucleares para a Venezuela. Ele declarou:

Jornalistas da grande mídia celebram prêmio falso para repórter da Folha

Profissionais de veículos da grande mídia brasileira estão parabenizando uma jornalista da Folha por um prêmio falso divulgado por perfil paródia no Twitter. Tudo começou com um tuíte do usuário @monicabengamo no Twitter. O perfil aparenta ter viés humorístico, uma espécie de paródia com a jornalista da “Folha de S. Paulo“, Mônica Bergamo. A mensagem original foi publicada na sexta-feira (14) às 16h40 (horário de Brasília).  “A competente colega Patrícia Campos Mello acaba de ganhar o Prêmio Folha Brasileiro do Ano 2018. O Prêmio a reconheceu como “Guardiã da Verdade”, afirma o perfil.