Pular para o conteúdo principal

URGENTE: Justiça suspende assessores e motoristas de Lula


Imagem: Reprodução / Redes Sociais




















O juiz da 6ª Vara Federal de Campinas, na Ação Popular nº 5003204-33.2018.4.03.6105, suspendeu os assessores e motoristas do ex-presidente Lula, condenado em segunda 
instância e preso na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba. Na decisão, o juiz 
federal Haroldo Nader reconhece a inutilidade de assessores e motoristas para um 
condenado preso, e o dano ao erário público.



Leia trechos da decisão:


O ex presidente está sob custódia permanente do Estado, em sala individual (fato notório), 
ou seja, sob proteção da Polícia Federal, que lhe garante muito mais segurança do que
 tivera quando livre, com alguns agentes a acompanhar-lhe aonde fosse.
Também é absolutamente desnecessária a disponibilidade de dois veículos, com motoristas,
 a quem tem o direito de locomoção restrito ao prédio público da Polícia Federal em 
Curitiba e controlado pelos agentes da carceragem. Qualquer necessidade de transporte
 a outro local é de responsabilidade policial federal e sob escolta.
Por fim, sem qualquer justificativa razoável a manutenção de assessores gerais a quem 
está detido, apartado dos afazeres normais, atividade política, profissional e até mesmo
 social. Não há utilidade alguma a essa assessoria.
Logo, a permanência desses benefícios e, principalmente, seu pagamento à custa da 
União são atos lesivos ao patrimônio público, pois é flagrante a inexistência dos 
motivos.



No caso, o risco à segurança pessoal do ex presidente, o uso de transporte por veículo 
automotor conduzido por motoristas que indicou e a necessidade de assessoria individual
 na carceragem e nas condições em que se encontra são inexistentes. 
Os agentes de segurança sequer podem aproximar-se do ex presidente para protegê-lo adequadamente, se isso fosse necessário. Idem aos veículos e motoristas, para transportá-lo.
 E o estado de comunicação restrita, controlada pelo juízo da execução penal, e de
 atividades limitadas às da carceragem impede uma assessoria pessoal minimamente útil,
 além de não ser juridicamente adequada à reclusão social imposta.

|Politica na Rede

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Cuba, Venezuela, Bolívia, Angola, Guiné Equatorial e Congo não investirão mais no Brasil se Bolsonaro for eleito.

Bolsonaro já disse, não tem acordo com a esquerda. países como, Cuba, Venezuela, Bolívia, Angola Guiné equatorial Congo e entre outros, não levarão nenhum centavo do povo brasileiro.

O Paí já colocou R4 2 Bilhões na Ilha que ficou mais conmhecida como Ilha de Fidel. Dinheiro que poderia modernizar nossos aeroportos, portos e rodovias.
Uma risonha presidente Dilma Rousseff inaugurou, ao do ditador cubano Raúl Castro, a primeira fase do Porto de Mariel, em Havana.

 Na época a presença de Dilma se devai a uma razão principal : a conta foi paga por ela- na verddae, por todos os brasieliros. O Mariel custou US$ 957 milhões de dólares, dos quais US4 802 milhões vieram de financiamento concedido pelo banco nacional de Desenvolvimento Econômico e Social(BNDES).

 O montante equivale a 2 bilhões.Dinheiro que poderia modernizar nossos aeroportos, portos e rodovias.

Istoé notícia-Jornal 21 Brasil

Bolsonaro volta a defender castração química para estupradores

O candidato Jair Bolsonaro (PSL) voltou a defender a castração química para estupradores em debate da Band, na noite desta quinta-feira. Ele foi questionado pelo senador Alvaro Dias (Podemos) sobre o que deveria ser feito para combater o crescimento do número de estupros e a desigualdade de gênero no Brasil.
O Brasil registrou 60.018 estupros, 164 casos por dia, e 221.238 crimes enquadrados na Lei Maria da Penha (606 casos por dia) ao longo de 2017. O número de estupros representa um crescimento de 8,4% em relação a 2016, mas não é possível saber a variação relativa aos casos de violência doméstica, já que este é o primeiro ano que o Fórum Brasileiro de Segurança Pública captou dos Estados dados dessa natureza.
Especialistas do Fórum acreditam que ambos os registros estejam subdimensionados dada a dificuldade de registro na polícia desses crimes. Ainda assim, a quantidade é considerada alarmante e pede a implementação de políticas específicas.

IstoÉ

A carta de princípios de Bolsonaro

Jair Bolsonaro não vai apresentar ao TSE um programa de governo tradicional, mas uma carta de princípios.

Segundo a Folha, o candidato vai dar ênfase à Segurança Pública, propor o corte de mais de uma dezena de ministérios e detalhar um pouco mais o plano econômico de Paulo Guedes.

Haverá ainda uma parte dedicada ao combate à corrupção. “A ideia de Bolsonaro é se apresentar para o eleitor como o único candidato à Presidência que manterá o funcionamento da Operação Lava Jato”.
A equipe de Bolsonaro estuda ainda zerar impostos e complementar a renda dos mais pobres.
O Antagonista