Pular para o conteúdo principal

Aliados avaliam risco de nova denúncia com aumento da reprovação a Temer


Imagem: Evaristo Sá / AFP






















Partidos governistas se dividem sobre o caminho a seguir se Michel Temer for alvo de
 uma terceira denúncia criminal, no momento em que sua impopularidade alcança novo
 patamar. Líderes do centrão dizem que não faria sentido afastá-lo da Presidência a
 poucos meses da eleição, se nova acusação for encaminhada à Câmara. Integrantes
 de outras siglas aliadas acham que, com apenas 3% de aprovação, Temer não teria
 força para resistir a outra ofensiva da Procuradoria-Geral da República.


Quem vê riscos para o presidente em caso de nova denúncia acredita que ela
 poderia mobilizar a sociedade e parte das elites contra Temer, como ocorreu com
 a paralisação dos caminhoneiros, que levou industriais e ruralistas a criticar o governo.

O grupo que não enxerga vantagem em votar nova acusação contra o emedebista diz 
que, a essa altura, uma denúncia poderia tumultuar a eleição e aumentar a fragilidade das
 instituições.

Em agosto do ano passado, quando a Câmara barrou a primeira denúncia da PGR 
contra Temer, o governo era aprovado por 7% dos brasileiros. Em outubro, quando 
os deputados rejeitaram a segunda denúncia, só 5% apoiavam o presidente.

Folha politica

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Eunício pede ao STF para que negue pedido de votação aberta na eleição do Senado

Eunício Oliveira acaba de enviar um ofício ao STF pedindo para que Marco Aurélio Mello não acate o pedido para que a votação para a presidência do Senado seja aberta.

O Antagonista

EUA reagem ao envio de bombardeiros russos à Venezuela

Autoridades dos Estados Unidos reagiram vigorosamente ao envio de bombardeiros estratégicos russos TU-160 para a Venezuela. Autoridades do Pentágono disseram que dois bombardeiros russos – o Tupolev TU-160 BlackJacks, que pode voar a velocidades supersônicas – estão na Venezuela, junto com todos equipamentos necessários para reabastecimento e manutenção. Mike Pompeo, secretário de Estado dos Estados Unidos, condenou a decisão de Moscou de enviar os bombardeiros nucleares para a Venezuela. Ele declarou:

Jornalistas da grande mídia celebram prêmio falso para repórter da Folha

Profissionais de veículos da grande mídia brasileira estão parabenizando uma jornalista da Folha por um prêmio falso divulgado por perfil paródia no Twitter. Tudo começou com um tuíte do usuário @monicabengamo no Twitter. O perfil aparenta ter viés humorístico, uma espécie de paródia com a jornalista da “Folha de S. Paulo“, Mônica Bergamo. A mensagem original foi publicada na sexta-feira (14) às 16h40 (horário de Brasília).  “A competente colega Patrícia Campos Mello acaba de ganhar o Prêmio Folha Brasileiro do Ano 2018. O Prêmio a reconheceu como “Guardiã da Verdade”, afirma o perfil.