Pular para o conteúdo principal

FHC pediu ‘SOS’ a Marcelo Odebrecht e enviou dados bancários, diz laudo da PF



Imagem: Reprodução / Redes Sociais

















Um laudo da Polícia Federal anexado a uma ação penal em que o ex-presidente 
Lula é réu na Lava Jato revela e-mails enviados pelo ex-presidente 
Fernando Henrique Cardoso (PSDB), em 2010, ao empresário Marcelo Odebrecht 
com pedidos de doações para dois candidatos tucanos ao Senado, 
Antero Paes de Barros (MT) e Flexa Ribeiro (PA). Em um dos e-mails, FHC 
fala em pedido de ‘SOS’ para ajuda na campanha e chega a enviar dados bancários.
 Na troca de mensagens entre o ex-presidente tucano e o empreiteiro não há citação 
a valores. À época, Fernando Henrique Cardoso era presidente de honra do PSDB 
e não ocupava cargo público.


“Recordando nossa conversa no jantar de outro dia, envio-lhe um SOS. O candidato 
ao senado pelo PSDB, Antero Paes de Barros, ainda está em segundo lugar, porém 
a pressão do governismo, ancorada em muitos recursos, está fortíssima”, afirma FHC, 
em e-mail a Marcelo, no dia 13 de setembro de 2010.
“Seria possível ajudá-lo? Envio abaixo os dado bancários: Eleição 2010, Antero Paes
 de Barros Neto -senador, Banco do Brasil, agência 3325-1, conta corrente 31801-3,
 CNPJ 12189840/0001-23. Com um abraço, Fernando Henrique”, completa.


Mais tarde, no mesmo dia, Marcelo respondeu: “Presidente, Estou fora até amanhã, 
mas até 4ª dou uma olhada e retorno. Fique tranqüilo (no que depender de nós)”.


“Depois aproveito, e lhe dou o feedback dos demais apoios e reforços que fizemos 
na linha do que conversamos”, afirmou.


No dia seguinte, Marcelo voltou a fazer promessas ao tucano: “Ja solicitei que fosse 
feito o apoio ao Antero. Vou pedir para verificarem sua disponibilidade para lhe 
apresentar um balanço”.


No dia 21 de setembro, FHC insiste pela doação. “estimados amigos: desculpem a
 insistência e nem mesmo sei se já atenderam o que lhes pedi, mas olhando o quadro 
geral, há dois possíveis
senadores que precisam atenção: 1. Antero Paes de Barros, de Mato Grosso 2. 
Flexa Ribeiro, do Pará. Ainda há tempo para eles alcançarem, no caso na verdade
 é manterem, a posição que os leva ao êxito. Abraços, Fernando Henrique”.


Marcelo responde positivamente: “Já contactamos Antero, está fora, mas já sabe 
que iremos apoiá-lo. Flexa não sei dizer, mas vou verificar”.


Em outra troca de e-mails, com assunto ‘iFHC’, este de André Amaro, executivo 
da Odebrecht, para Marcelo, são mencionados valores.


“Em alinhamento com EO [Emílio Odebrecht, patriarca da empreiteira] informei 
a Daniel que nossa contribuição será de 1,8 mi em 24 meses, conforme acertado 
no último encontro dos empresários no Instituto. Daniel disse que, talvez, contribua 
com menos, se posicionando junto a um grupo de empresas relativamente menores”,
 afirmou André no dia 18 de dezembro.


O laudo foi produzido pela Polícia Federal com autorização do juiz Sérgio Moro,
 que atendeu pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para 
determinar uma perícia no computador do empreiteiro.


Nesta ação penal, o ex-presidente Lula é investigado por supostas propinas de
 R$ 12,5 milhões da Odebrecht por meio da compra de um apartamento em 
São Bernardo do Campo e de um terreno em São Paulo onde supostamente seria
 sediado o Instituto Lula.


COM A PALAVRA, FHC


“Posso ter pedido, mas era legal. Não sei se deram e não foi a troco de decisões minhas,
 pois na época eu estava fora dos governos, da República e do estado”.


Folha Política

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Eunício pede ao STF para que negue pedido de votação aberta na eleição do Senado

Eunício Oliveira acaba de enviar um ofício ao STF pedindo para que Marco Aurélio Mello não acate o pedido para que a votação para a presidência do Senado seja aberta.

O Antagonista

EUA reagem ao envio de bombardeiros russos à Venezuela

Autoridades dos Estados Unidos reagiram vigorosamente ao envio de bombardeiros estratégicos russos TU-160 para a Venezuela. Autoridades do Pentágono disseram que dois bombardeiros russos – o Tupolev TU-160 BlackJacks, que pode voar a velocidades supersônicas – estão na Venezuela, junto com todos equipamentos necessários para reabastecimento e manutenção. Mike Pompeo, secretário de Estado dos Estados Unidos, condenou a decisão de Moscou de enviar os bombardeiros nucleares para a Venezuela. Ele declarou:

Jornalistas da grande mídia celebram prêmio falso para repórter da Folha

Profissionais de veículos da grande mídia brasileira estão parabenizando uma jornalista da Folha por um prêmio falso divulgado por perfil paródia no Twitter. Tudo começou com um tuíte do usuário @monicabengamo no Twitter. O perfil aparenta ter viés humorístico, uma espécie de paródia com a jornalista da “Folha de S. Paulo“, Mônica Bergamo. A mensagem original foi publicada na sexta-feira (14) às 16h40 (horário de Brasília).  “A competente colega Patrícia Campos Mello acaba de ganhar o Prêmio Folha Brasileiro do Ano 2018. O Prêmio a reconheceu como “Guardiã da Verdade”, afirma o perfil.