Pular para o conteúdo principal

Justiça recebe denúncia contra Haddad por caixa 2


Imagem: Nilton Fukuda / Estadão


















A Justiça Eleitoral abriu ação contra o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad
 (PT) por caixa dois de R$ 2,6 milhões na eleição de 2012. O petista foi alvo da
 Operação Cifra Oculta, que mirou pagamentos da UTC Engenharia para sua
 candidatura.


A acusação formal atribui ao petista caixa dois na campanha que o elegeu. 
A Promotoria acusa outros quatro na mesma denúncia: o ex-tesoureiro do PT
 João Vaccari Neto, Francisco Macena, responsável pela contabilidade da campanha
 e os empresários e donos das gráficas Francisco Carlos de Souza e Ronaldo 
Cândido.
A denúncia foi entregue à 1.ª Zona Eleitoral, por violação ao artigo 350 do Código
 Eleitoral – sanção de até cinco anos de reclusão. O promotor imputa a Haddad
 falsidade ideológica, conteúdo falso, na prestação de contas de 2012.


“Haddad omitiu informações, bem como inseriu dados inexatos, que não
 correspondem à realidade”, afirma o promotor.

Folha Politica

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Eunício pede ao STF para que negue pedido de votação aberta na eleição do Senado

Eunício Oliveira acaba de enviar um ofício ao STF pedindo para que Marco Aurélio Mello não acate o pedido para que a votação para a presidência do Senado seja aberta.

O Antagonista

EUA reagem ao envio de bombardeiros russos à Venezuela

Autoridades dos Estados Unidos reagiram vigorosamente ao envio de bombardeiros estratégicos russos TU-160 para a Venezuela. Autoridades do Pentágono disseram que dois bombardeiros russos – o Tupolev TU-160 BlackJacks, que pode voar a velocidades supersônicas – estão na Venezuela, junto com todos equipamentos necessários para reabastecimento e manutenção. Mike Pompeo, secretário de Estado dos Estados Unidos, condenou a decisão de Moscou de enviar os bombardeiros nucleares para a Venezuela. Ele declarou:

Jornalistas da grande mídia celebram prêmio falso para repórter da Folha

Profissionais de veículos da grande mídia brasileira estão parabenizando uma jornalista da Folha por um prêmio falso divulgado por perfil paródia no Twitter. Tudo começou com um tuíte do usuário @monicabengamo no Twitter. O perfil aparenta ter viés humorístico, uma espécie de paródia com a jornalista da “Folha de S. Paulo“, Mônica Bergamo. A mensagem original foi publicada na sexta-feira (14) às 16h40 (horário de Brasília).  “A competente colega Patrícia Campos Mello acaba de ganhar o Prêmio Folha Brasileiro do Ano 2018. O Prêmio a reconheceu como “Guardiã da Verdade”, afirma o perfil.