Pular para o conteúdo principal

Nego do Borel dá testemunho sobre a música Prioridade O cantor conta que foi tocado a escutar a canção e que chorou muito




Pleno.News - 10/06/2018 19h38

O cantor Nego do Borel fez uma série de vídeos em seu Instagram na madrugada deste domingo (10). De família humilde, ele cresceu no Morro do Borel, na Tijuca, Zona Norte do Rio de Janeiro, e desde criança queria ser cantor.


– Se você tiver um sonho, persista, insista, não desista, vai atrás pois é possível virar
realidade, assim como o meu – falou aos seus seguidores.

O funkeiro nasceu em um lar evangélico e afirmou que tudo o que acontece na sua vida
 é bênção de Deus. O cantor falou ainda que tem pedido amor, felicidade, carinho nas suas orações e
 orientou aos seus fãs que dobrem os joelhos e peçam por bênçãos.

– Esse dias eu estava orando e Deus me mandou ouvir uma música. Eu chorei muito, mas
 eu me senti muito forte – disse.






A música em questão é Prioridade, canção de Samuel Messias, gravada pela cantora
Midian Lima. Nego do Borel colocou toda a música para os seus seguidores ouvirem.
A live session oficial tem mais de 47 milhões de visualizações no YouTube.

– Eu tô apaixonado nesse louvor, eu me sinto forte, abençoado, forte. Você dá prioridade
 a Papai do Céu e ele vai te ajudar, honrar e abençoar – concluiu.




Na sequência, ele postou algumas mensagens das pessoas o agradecendo por
 compartilharem a Palavra através da letra da música


Pleno News

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Cuba, Venezuela, Bolívia, Angola, Guiné Equatorial e Congo não investirão mais no Brasil se Bolsonaro for eleito.

Bolsonaro já disse, não tem acordo com a esquerda, países como, Cuba, Venezuela, Bolívia, Angola, Guiné equatorial, Congo e entre outros, não levarão nenhum centavo do povo brasileiro.

O Paí já colocou R$ 42 Bilhões na Ilha que ficou mais conhecida como Ilha de Fidel. Dinheiro que poderia modernizar nossos aeroportos, portos e rodovias.
Uma risonha presidente Dilma Rousseff inaugurou, ao do ditador cubano Raúl Castro, a primeira fase do Porto de Mariel, em Havana.

 Na época a presença de Dilma se devai a uma razão principal : a conta foi paga por ela- na verddae, por todos os brasieliros. O Mariel custou US$ 957 milhões de dólares, dos quais US4 802 milhões vieram de financiamento concedido pelo banco nacional de Desenvolvimento Econômico e Social(BNDES).

 O montante equivale a 2 bilhões. Dinheiro que poderia modernizar nossos aeroportos, portos e rodovias.

Istoé notícia-Jornal 21 Brasil

Justiça condena Juca Kfouri a pagar R$ 30 mil a Bolsonaro

A 26ª Câmara Cível do Rio determinou que Juca Kfouri e a ESPN paguem indenização de R$ 30 mil, mais correção e juros, por dano moral a Jair Bolsonaro, informa a Veja.

O presidenciável, porém, terá de indenizar o jornalista em R$ 6.000.

O caso começou em 2016, quando Kfouri criticou o comportamento de dois torcedores do Fluminense, comparando-os a torturadores e dizendo que deviam ser apoiadores de Bolsonaro.



Em resposta, o deputado gravou um vídeo com a camisa do Fluminense em que dizia que o jornalista estava “merecendo levar uns tabefes pra aprender a ser homem”.

Em seguida, Bolsonaro entrou com a ação por dano moral, alegando que na vida militar jamais participou de tortura. Na defesa, Kfouri negou ofensa à honra do hoje presidenciável.

RedeTV retirou o púlpito vazio de Lula por exigência de Bolsonaro

O púlpito vazio de Lula foi retirado pela RedeTv, após protesto de Jair Bolsonaro, que ameaçou não participar do debate.

 A Emissora consultou os demais concorrentes que concordaram segundo Igor Gadelha, da Crusoé.

 Diante dessa situação constrangedora, Bolsoanro tem moral mesmo sem ser o presidente, mas pode ser ainda no primeiro turno.