Pular para o conteúdo principal

Ação no TSE pede que Lula seja declarado inelegível desde já



Imagem: Reprodução / Redes Sociais









Os coordenadores do Movimento Brasil Livre (MBL) Rubens Nunes e Kim Kataguiri ingressaram com uma ação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pedindo que seja declarada desde já a inelegibilidade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e que o petista seja impedido de registrar a candidatura a qualquer cargo.

Além disso, pedem também que Lula seja impedido de praticar quaisquer atos de campanha e que institutos sejam proibidos de citá-lo em pesquisas eleitorais. 
Eles argumentam que não há dúvidas de que Lula está inelegível, por causa da Lei da Ficha Limpa, desde o trânsito em julgado da condenação penal no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) no caso do triplex do Guarujá. Lula foi condenado a 12 anos e um mês de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Os membros do MBL argumentam que a inelegibilidade decorrente da condenação “por órgão judicial colegiado não é tida como sanção, mas sim como condição negativa de acesso a pretensa candidatura”. Por isso, é inaplicável o princípio da presunção de inocência, o que torna Lula inelegível.

Para Nunes e Kataguiri, cabe ao TSE declarar “desde já a evidente inelegibilidade do requerido, impedindo-o de registrar sua candidatura e, sobretudo, impedindo-o de praticar quaisquer atos de campanha”.

Seria inconcebível e imoral, argumentam, conceder tempo de televisão e rádio e depositar recursos do fundo partidário para que um candidato evidentemente inelegível faça campanha.

Por fim, argumentam que como cidadãos eles teriam legitimidade ativa para provocar os ministros do TSE. Caso o entendimento da Corte seja em sentido contrário, os coordenadores do MBL argumentam que o TSE poderia, certamente, reconhecer de ofício que Lula é inelegível.
Politica na Rede 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Cai a máscara: a hipocrisia de Cláudia Leitte (Veja o Vídeo)

A cantora Cláudia Leite fez um verdadeiro estardalhaço nas redes sociais em função de uma brincadeira do apresentador Sílvio Santos. Sílvio, em tom de galhofa, recusou um abraço de Cláudia sob o pretexto de que "esse negócio de abraço me deixa excitado". Tais fatos proporcionados por Sílvio Santos, queiram ou não, um idoso de 87 anos, geraram um desabafo choroso e desproporcional da cantora. Um absurdo quando se constata que Claudia, numa posição de superioridade em relação a outro homem, como jurada de um concurso musical, fez brincadeira semelhante e visivelmente constrangeu o rapaz. Caiu a máscara! Veja o vídeo:
Jornal da Cidade

Sobre a Cláudia Leite: “Gabriel o pensador, agora eu sei o que é ‘lôra burra’!”

Cláudia Leitte ficou "dodói" com uma brincadeira do Silvio Santos, e desatou a falar besteiras pelas redes sociais, tendo sido apoiada por Taís Araújo, Daniela Mercury e Débora Secco. Sílvio fez uma brincadeira com a loira desmilinguida, dizendo que "esse negócio de abraço deixa ele excitado". Ora, gente, isso foi dito claramente num tom de galhofa, não com ela, mas com ele mesmo. Uma ironia! O Sílvio ficar excitado aos 87 anos é tão provável quanto a Cláudia Leitte cantar alguma coisa que preste e que seja interessante... e bem. Sem chances. Só que a burrinha não entendeu a piada, que foi dita inclusive na presença da esposa, Íris Abravanel.
Alguém em sã consciência acha que Sílvio assediaria a galinha pintadinha (foi com essa roupa que ela foi) em público e na frente da própria esposa? Menos, né!Ela tem todo o direito de não ter gostado da brincadeira e isso não se discute. Mas daí a fazer postagens com desabafos chorosos pelas redes sociais, numa vitimização im…

Lindbergh, derrotado e em busca de emprego, é zoado por popular (Veja o Vídeo)

O senador Lindbergh Farias vive, talvez, os seus piores dias. Prestes a perder o ‘foro privilegiado’, o que se comenta é que o parlamentar estaria tentando buscar uma vaga como secretário de estado de um dos governadores eleitos pelo PT no Nordeste. Onde chega não escapa da zoação. No vídeo abaixo ele revida e chama o algoz de “ladrão”. Um absurdo, um petista chamando uma pessoa simples e indignada de “ladrão”. Porém, na sequência, Lindbergh levou o troco. Veja o vídeo:  Jornal da Cidade