Pular para o conteúdo principal

“Descobri que a água da vida é para quem crê em Jesus”, diz xeique após se converter

O testemunho de conversão de um xeique muçulmano ao cristianismo foi compartilhado por um grupo de missionários que evangelizam na Europa. O homem, nascido e criado no islamismo, sonhou com Jesus após ouvir o Evangelho, e decidiu entregar sua vida ao Filho de Deus.
Sadik* (nome fictício adotado por questões de segurança) estava de férias com a família na Alemanha quando foi abordado por um grupo de missionários cristãos árabes, da organização CRU, em uma área comercial.
De acordo com informações do portal God Reports, o representante da missão CRU, Mike Duggins, relatou que essa é uma estratégia muito eficiente: "Todos os anos, homens, mulheres e famílias da Península do Golfo Árabe passam férias na Europa. E os membros da equipe da CRU estão compartilhando o Evangelho com esses turistas, aproveitando cada oportunidade".
Os missionários, de origem árabe como os turistas que são abordados, iniciam conversas com turistas desses países, distribuindo recursos cristãos e acompanhando o discipulado. "Em Munique, o missionário Mehdi* conheceu um xeique chamado Sadik na rua. O irmão de Sadik havia se tornado cristão, o que o entristecia. Mas ele disse que se o cristianismo fosse verdade, se alguém conseguisse convencê-lo disso, ele acreditaria", contou Duggins.
Uma das missionárias, chamada Nafisa*, aproximou-se de Mehdi e Sadik e conversou com ambos por um longo tempo. A certa altura, Nafisa questionou o xeique: "Você tem medo de que isso possa ser verdade?".
A pergunta "à queima-roupa", segundo Duggins, deixou Sadik sem resposta. No dia seguinte, Mehdi e Nafisa estavam de volta à rua, distribuindo material cristão e foram surpreendidos por Sadik, que retornou ao local para conversar mais com os missionários.
De acordo com Mike Duggins, a postura de Sadik estava diferente, e o desejo de conversar com os missionários era sincero. Ele revelou que havia tido um sonho na noite anterior e que sua percepção estava diferente.
"Eu estava no deserto correndo e estava com sede. Eu vi você lá, Nafisa. Você estava vestindo um manto branco, com uma cruz na frente e nas costas, e você estava oferecendo água fresca. Eu pedi água, mas você não me dava!", introduziu o xeique.
Sadik acrescentou que quando despertou do sonho, imediatamente reconheceu a fonte que havia visto. "O sonho mudou meu coração! Eu sabia que era de Deus e que a água da vida é apenas para aqueles que acreditam em Jesus. Então eu orei para que eu encontrasse vocês novamente, o que aconteceu agora!", afirmou.
Dessa forma, no meio da rua em uma área comercial, ele inclinou a cabeça com os dois missionários e fez sua oração para se entregar a Jesus Cristo. "O missionário Mehdi conseguiu continuar em contato com ele, discipulando-o, enquanto ainda estava naquela viagem missionária", concluiu Mike Duggins.
Fonte: Gospel+

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O sumiço da Faca e o registro na Câmara: Adelio não agiu sozinho, alerta Alexandre Garcia (Veja o Vídeo)

Algo de muito podre ronda a Polícia Legislativa da Câmara dos Deputados.

Após o golpe em Jair Bolsonaro, Adelio se livrou rapidamente da faca. Tudo indica que repassou para alguém, tanto é que a ‘arma branca’ foi encontrada numa barraca de ambulante, nas imediações. Alguém jogou esta faca onde foi achada. Parece óbvio. A questão do registro na Câmara também deve ser cuidadosamente examinada. Algo de muito podre ronda a Polícia Legislativa da Câmara dos Deputados. O diretor do setor alega que um recepcionista registrou por engano a entrada de Adélio Bispo de Oliveira no local, no dia 6 de setembro, o dia do atentado contra Jair Bolsonaro. Ora, foram constatados os registros de duas entradas do criminoso. O tal servidor registrou por engano duas vezes? E o nome do servidor distraído agora é mantido sob sigilo? Parece óbvio que caso o atentado tivesse sido exitoso e no meio da multidão Adelio alcançasse a fuga, o álibi estaria pronto. Esse era o plano e isto parece bem claro. Veja o vídeo…

Alvaro Dias chama Bolsonaro de “vagabundo bandido” e “quase morto” e recebe resposta do senador Magno Malta

Sem saber que estava sendo gravado, Álvaro Dias aproveitou para destilar todo o seu veneno com comentários maldosos sobre Jair Bolsonaro. O candidato do Podemos afirmou que Bolsonaro é um “vagabundo bandido” e que ‘ta quase morto”. Ainda no mesmo trecho, Dias afirma que “se não fosse a facada eu estaria destruindo ele hoje.”
Alvaro Dias ataca Bolsonaro e recebe A RESPOSTA de Magno Malta

ADÉLIO NA TV- A defesa de Adélio Bispo de Oliveira, pede autorização a juíz, para que Adélio de entrevista a um programa de televisão

Por Claudio Dantas  ( O Antagonista) A defesa de Adélio Bispo de Oliveira, que tentou matar Jair Bolsonaro, pediu ao juiz Bruno Savino, da 3ª Vara da Justiça Federal de Juiz de Fora (MG), autorização para que o criminoso conceda entrevista a um programa de televisão.
O MPF se manifestou pelo encaminhamento do pedido à Direção da Penitenciária Federal de Campo Grande (MS), onde Adélio está custodiado. Savino concordou.