Pular para o conteúdo principal

General faz apelo ao Brasil: 'É pelo voto em cédulas que temos que lutar e, independente de lograrmos êxito ou não, de termos ou não confiança no processo, NÃO PODEMOS DEIXAR de comparecer às nossa seções eleitorais e DE VOTAR!'


Imagem: Produção Ilustrativa / Folha Política
Após a decisão do Supremo Tribunal Federal que impediu a implementação do voto impresso, o General Paulo Chagas recomendou aos brasileiros que lutem pelo voto em cédulas de papel, mas, principalmente, que compareçam às urnas para votar. 

Leia o texto do General Paulo Chagas: 

A possibilidade de substituir as urnas eletrônicas por cédulas em papel está no orçamento e nas obrigações do TSE, porquanto é necessário tê-las em quantidade suficiente, em todas as Seções Eleitorais. 
A proposta do voto em papel, embora "retrógrada" aos olhos dos doutos ministros do STF, é, sem dúvida, mais confiável do que a eletrônica, porque a fraude material é mais fácil de ser detectada do que a digital.

É pelo voto em cédulas que temos que lutar e, independente de lograrmos êxito ou não, de termos ou não confiança no processo, NÃO PODEMOS DEIXAR de comparecer às nossa seções eleitorais e DE VOTAR!
O que virá depois é uma outra luta, entre tantas que os brasileiros de bem têm pela frente!
É como penso que tem que ser e como julgo que todos devem proceder.

Gazeta social

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

"A gente vai dar é porrada se não respeitarem a gente", ameaça Lula, após protestos.

O Ex presidente condenado Lula, enfrentando protestos por todos os lugares por onde passa sua "caravana" pelo Sul do Brasil, subiu o tom das ameaças. Lula disse: "A gente vai dá é porrada se não respeitarem a gente", chamando os cidadãos que pedem sua prisão de fascistas.

Fico imaginando o que ele faria se estivesse no poder hoje. Seria mais um Maduro tupiniquim, um ditador cerceando a nossa liberdade e dando ração ao povo.

Cuba, Venezuela, Bolívia, Angola, Guiné Equatorial e Congo não investirão mais no Brasil se Bolsonaro for eleito.

Bolsonaro já disse, não tem acordo com a esquerda, países como, Cuba, Venezuela, Bolívia, Angola, Guiné equatorial, Congo e entre outros, não levarão nenhum centavo do povo brasileiro.

O Paí já colocou R$ 42 Bilhões na Ilha que ficou mais conhecida como Ilha de Fidel. Dinheiro que poderia modernizar nossos aeroportos, portos e rodovias.
Uma risonha presidente Dilma Rousseff inaugurou, ao do ditador cubano Raúl Castro, a primeira fase do Porto de Mariel, em Havana.

 Na época a presença de Dilma se devai a uma razão principal : a conta foi paga por ela- na verddae, por todos os brasieliros. O Mariel custou US$ 957 milhões de dólares, dos quais US4 802 milhões vieram de financiamento concedido pelo banco nacional de Desenvolvimento Econômico e Social(BNDES).

 O montante equivale a 2 bilhões. Dinheiro que poderia modernizar nossos aeroportos, portos e rodovias.

Istoé notícia-Jornal 21 Brasil

TSE suspende propaganda do PT que associa Bolsonaro à tortura

Luis Felipe Salomão, do TSE, suspendeu a propaganda eleitoral em que a coligação petista associa Jair Bolsonaro à ditadura e à tortura.

O ministro atendeu o pedido da defesa de Bolsonaro, que alegou que o programa veiculado viola a lei eleitoral, “uma vez que incute medo na população ao sugerir que se o candidato Jair Bolsonaro for eleito vai perseguir e torturar eventuais opositores políticos”.

“O tribunal tem feito um esforço no sentido de elevar o nível do debate para se evitar a disseminação desse clima de pânico que estão criando”, disse o advogado de Bolsonaro, Tiago Ayres, a O Antagonista.