Pular para o conteúdo principal

'Meirelles Illuminati tem, sim, muito a explicar ao povo brasileiro', afirma Levy Fidelix


Imagem: Produção Ilustrativa / Folha Política
O presidenciável Levy Fidelix criticou a candidatura de Henrique Meirelles à presidência: "Meirelles tá dizendo que é santinho, candidato a presidente, não tem nada a ver com o governo Temer... está tentando se desplugar. Ele foi ministro, ou presidente do Banco Central, do Lula, Dilma, Temer. Está aí há 20 e tantos anos, desde o tempo do FHC. É o causador, junto com FHC, de um dos maiores prejuízos que esta nação já teve. Meirelles já mandou para o exterior 10 trilhões de reais, para os banqueiros internacionais. Subtraiu do povo o sangue da sociedade, causando morticínio, esses homicídios todos por causa da pobreza no Brasil. E só os bancos ganhando. Por ano, 700 milhões se drenam da sociedade graças à sua política monetarista". 


Fidelix lembrou ainda os vínculos de Henrique Meirelles com os irmãos Batista, da Friboi: "Meirelles criou o Banco Original com a Friboi. Ele que teve a iniciativa de promiscuir tudo. Ficou uma zona o Brasil todo graças a iniciativas como a sua, que era conselheiro e presidente de um banco, e conselheiro do grupo Friboi". E questionou: "tanto dinheiro que ele tem, que ganhou da Friboi, foi declarado? Por que não foram saber que serviços Meirelles prestou para a Friboi? Que serviço no mundo vale 200 milhões de reais?". 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O sumiço da Faca e o registro na Câmara: Adelio não agiu sozinho, alerta Alexandre Garcia (Veja o Vídeo)

Algo de muito podre ronda a Polícia Legislativa da Câmara dos Deputados.

Após o golpe em Jair Bolsonaro, Adelio se livrou rapidamente da faca. Tudo indica que repassou para alguém, tanto é que a ‘arma branca’ foi encontrada numa barraca de ambulante, nas imediações. Alguém jogou esta faca onde foi achada. Parece óbvio. A questão do registro na Câmara também deve ser cuidadosamente examinada. Algo de muito podre ronda a Polícia Legislativa da Câmara dos Deputados. O diretor do setor alega que um recepcionista registrou por engano a entrada de Adélio Bispo de Oliveira no local, no dia 6 de setembro, o dia do atentado contra Jair Bolsonaro. Ora, foram constatados os registros de duas entradas do criminoso. O tal servidor registrou por engano duas vezes? E o nome do servidor distraído agora é mantido sob sigilo? Parece óbvio que caso o atentado tivesse sido exitoso e no meio da multidão Adelio alcançasse a fuga, o álibi estaria pronto. Esse era o plano e isto parece bem claro. Veja o vídeo…

Alvaro Dias chama Bolsonaro de “vagabundo bandido” e “quase morto” e recebe resposta do senador Magno Malta

Sem saber que estava sendo gravado, Álvaro Dias aproveitou para destilar todo o seu veneno com comentários maldosos sobre Jair Bolsonaro. O candidato do Podemos afirmou que Bolsonaro é um “vagabundo bandido” e que ‘ta quase morto”. Ainda no mesmo trecho, Dias afirma que “se não fosse a facada eu estaria destruindo ele hoje.”
Alvaro Dias ataca Bolsonaro e recebe A RESPOSTA de Magno Malta

ADÉLIO NA TV- A defesa de Adélio Bispo de Oliveira, pede autorização a juíz, para que Adélio de entrevista a um programa de televisão

Por Claudio Dantas  ( O Antagonista) A defesa de Adélio Bispo de Oliveira, que tentou matar Jair Bolsonaro, pediu ao juiz Bruno Savino, da 3ª Vara da Justiça Federal de Juiz de Fora (MG), autorização para que o criminoso conceda entrevista a um programa de televisão.
O MPF se manifestou pelo encaminhamento do pedido à Direção da Penitenciária Federal de Campo Grande (MS), onde Adélio está custodiado. Savino concordou.