Pular para o conteúdo principal

Idosa enterra refugiados venezuelanos que morrem na miséria


Idosa enterra refugiados venezuelanos que morrem na miséria

Famílias de refugiados chegam até o cemitério de Sonia Bermudez por não terem condição de pagar pelo sepultamento de seus familiares.

No norte da Colômbia, um modesto cemitério tem se tornado o consolo para muitos venezuelanos que partem em busca de uma vida digna em terras estrangeiras, mas que acabam se deparando com o descaso das autoridades e a morte.
Sonia Bermúdez, de 64 anos é a responsável pelo “Gente como você”, um espaço onde independente da nacionalidade, haverá um final digno.
Após 40 anos trabalhando como cientista forense na cidade de La Guajira, agora Sonia dedica seus dias a enterrar corpos de homens mortos pela violência, mães e bebês que não resistiram ao parto, crianças que morreram por desnutrição, idosos que morrem de desgosto e um grande número de indigentes que têm em comum a nacionalidade: são venezuelanos em sua maioria.
De acordo com número da Organização das Nações Unidas (ONU), é possível que o número de venezuelanos vivendo na Colômbia tenha ultrapassado os 850 mil. Muitos deles estão em situação de vulnerabilidade e reclamam do abandono por parte do consulado da Venezuela e do apoio de alguns órgãos colombianos.
“Fomos ao consulado e nos disseram que não havia fundos para repatriar meu filho. No gabinete do prefeito nos ofereceram um caixão, mas não o espaço para enterrá-lo”, contou à BBC Brasil, Valbuena Sanchez, que perdeu o filho em julho deste ano.
E é graças ao trabalho de Sonia, que Valbuena e tantos outros venezuelanos estão conseguindo enterrar seus mortos com dignidade. “Quando as famílias chegam até mim, estão em uma situação muito precária”, lamenta Sonia.
Seu trabalho costuma ser solitário, mas vez ou outra recebe ajuda para colocar os corpos nas gavetas de concreto feitas por ela mesmo, e fechá-las com cimento.
O dinheiro gasto sai de seu próprio bolso, porque para ela esse é um trabalho divino. “Sinto que estou cumprindo uma lei divina, que é enterrar os mortos dignamente, como manda a lei de Deus”, explica.
No futuro, Sonia diz que gostaria que seu cemitério particular se tornasse uma espécie de parque com árvores e que tivesse um espaço coberto para que as pessoas possam visitar seus familiares com mais tranquilidade. Por enquanto ela busca maneiras de cercar o local para que ladrões não ameacem a paz de quem ali está enfim descansando.

Adaptado da fonte Sempre Família
E Renova Mídia

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Cai a máscara: a hipocrisia de Cláudia Leitte (Veja o Vídeo)

A cantora Cláudia Leite fez um verdadeiro estardalhaço nas redes sociais em função de uma brincadeira do apresentador Sílvio Santos. Sílvio, em tom de galhofa, recusou um abraço de Cláudia sob o pretexto de que "esse negócio de abraço me deixa excitado". Tais fatos proporcionados por Sílvio Santos, queiram ou não, um idoso de 87 anos, geraram um desabafo choroso e desproporcional da cantora. Um absurdo quando se constata que Claudia, numa posição de superioridade em relação a outro homem, como jurada de um concurso musical, fez brincadeira semelhante e visivelmente constrangeu o rapaz. Caiu a máscara! Veja o vídeo:
Jornal da Cidade

Sobre a Cláudia Leite: “Gabriel o pensador, agora eu sei o que é ‘lôra burra’!”

Cláudia Leitte ficou "dodói" com uma brincadeira do Silvio Santos, e desatou a falar besteiras pelas redes sociais, tendo sido apoiada por Taís Araújo, Daniela Mercury e Débora Secco. Sílvio fez uma brincadeira com a loira desmilinguida, dizendo que "esse negócio de abraço deixa ele excitado". Ora, gente, isso foi dito claramente num tom de galhofa, não com ela, mas com ele mesmo. Uma ironia! O Sílvio ficar excitado aos 87 anos é tão provável quanto a Cláudia Leitte cantar alguma coisa que preste e que seja interessante... e bem. Sem chances. Só que a burrinha não entendeu a piada, que foi dita inclusive na presença da esposa, Íris Abravanel.
Alguém em sã consciência acha que Sílvio assediaria a galinha pintadinha (foi com essa roupa que ela foi) em público e na frente da própria esposa? Menos, né!Ela tem todo o direito de não ter gostado da brincadeira e isso não se discute. Mas daí a fazer postagens com desabafos chorosos pelas redes sociais, numa vitimização im…

Lindbergh, derrotado e em busca de emprego, é zoado por popular (Veja o Vídeo)

O senador Lindbergh Farias vive, talvez, os seus piores dias. Prestes a perder o ‘foro privilegiado’, o que se comenta é que o parlamentar estaria tentando buscar uma vaga como secretário de estado de um dos governadores eleitos pelo PT no Nordeste. Onde chega não escapa da zoação. No vídeo abaixo ele revida e chama o algoz de “ladrão”. Um absurdo, um petista chamando uma pessoa simples e indignada de “ladrão”. Porém, na sequência, Lindbergh levou o troco. Veja o vídeo:  Jornal da Cidade