Pular para o conteúdo principal

QUEM É O PROCURADOR DO TCU QUE QUER IMPEDIR A TODO CUSTO O COAF DE INVESTIGAR GREENWALD?


Furtado tem boas relações com Dilma Rousseff desde o tempo em que a presidente eleita era ministra da Casa Civil.

Lucas Rocha Furtado - Procurador

Quando o Ministro Sérgio Moro esteve na Câmara dos Deputados para dar explicações sobre as supostas mensagens trocadas com o procurador Deltan Dallagnol e publicadas no site Intercept, foi questionado sistematicamente por deputados opositores ao Governo sobre um possível pedido feito pela Polícia Federal ao Conselho de Controle de Atividades Financeiras (COAF) para investigar as movimentações financeiras de Glenn Greenwald.
Na ocasião Moro lembrou que a Polícia Federal tem absoluta autonomia para conduzir investigações e que portanto não caberia a ele responder à estas perguntas.
O MP junto ao TCU parece ter comprado a idéia de perseguição ao jornalista gringo vendida pela esquerda. No sábado, dia 06, a pedido do Subprocurador Lucas Rocha Furtado guarde este nome) o ministro do TCU, Bruno Dantas deu prazo de 24 horas para que o ministro da Economia, Paulo Guedes, e o presidente do COAF, Roberto Leonel de Oliveira, esclarecessem se o jornalista estava sendo investigado ou não.

Em resposta o COAF foi peremptório em afirmar que “não realiza investigações, nem mesmo a pedido da PF ou de qualquer outro órgão, tampouco “analisa financeiramente as contas” de pessoas físicas ou jurídicas” e concluiu dizendo que ” ao longo de vinte anos de existência, o Coaf não se pronuncia sobre casos concretos, tampouco acerca de matérias e especulações jornalísticas ou de qualquer natureza.”

A partir daí as coisas começaram a ficar…digamos assim, um pouco “estranhas“. 
Não satisfeito com a resposta do COAF, o Subprocurador em sede de cautelar pediu ao TCU uma inspeção in loco para saber se o COAF e o Ministro Paulo Guedes disseram realmente verdade.
Ora, por que tanto empenho em saber se há investigação ou não sobre Greenwald?
Para se conceder uma cautelar se faz necessário demonstrar o que se chama de fumus boni iuris (fumaça do bom direito), ou seja, indícios claros dos fatos que sustentem o pedido. Quais seriam esses indícios, as especulações jornalísticas como disse o COAF? ou as acusações feitas pelo PT no calor das discussões na Câmara?

Lucas Furtado foi aquele procurador que gastou R$ 16 mil em diárias para passar 25 dias em Portugal ( clique e confira). Foi ele também que pediu a abertura de apuração sobre o veto do presidente Jair Bolsonaro à polêmica campanha publicitária do Banco do Brasil ( clique aqui) e o mesmo que representou ao TCU para que se apurasse “o possível direcionamento de verbas publicitárias” pelo atual governo, quando então a Globo passou a receber menos que Record e SBT. ( clique aqui )

Em 2010 a Revista Época publicou que Furtado tem boas relações com Dilma Rousseff desde o tempo em que a presidente eleita era ministra da Casa Civil. ( clique aqui))
Para finalizar, em sua petição ao TCU pedindo a inspeção in loco do COAF, o subprocurador cita a música “o pato” de João Gilberto. Qualquer comparação com o “pato da Fiesp” não é mera coincidência tá!
O pato       
Vinha cantando alegremente     
Quém! Quém!   
Quando um marreco sorridente pediu        
Para entrar também no samba  
No samba, no samba

Postado do Portal Paraíba Web News:

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Cuba, Venezuela, Bolívia, Angola, Guiné Equatorial e Congo não investirão mais no Brasil se Bolsonaro for eleito.

Bolsonaro já disse, não tem acordo com a esquerda, países como, Cuba, Venezuela, Bolívia, Angola, Guiné equatorial, Congo e entre outros, não levarão nenhum centavo do povo brasileiro.

O Paí já colocou R$ 42 Bilhões na Ilha que ficou mais conhecida como Ilha de Fidel. Dinheiro que poderia modernizar nossos aeroportos, portos e rodovias.
Uma risonha presidente Dilma Rousseff inaugurou, ao do ditador cubano Raúl Castro, a primeira fase do Porto de Mariel, em Havana.

 Na época a presença de Dilma se devai a uma razão principal : a conta foi paga por ela- na verddae, por todos os brasieliros. O Mariel custou US$ 957 milhões de dólares, dos quais US4 802 milhões vieram de financiamento concedido pelo banco nacional de Desenvolvimento Econômico e Social(BNDES).

 O montante equivale a 2 bilhões. Dinheiro que poderia modernizar nossos aeroportos, portos e rodovias.

Istoé notícia-Jornal 21 Brasil

TSE suspende propaganda do PT que associa Bolsonaro à tortura

Luis Felipe Salomão, do TSE, suspendeu a propaganda eleitoral em que a coligação petista associa Jair Bolsonaro à ditadura e à tortura.

O ministro atendeu o pedido da defesa de Bolsonaro, que alegou que o programa veiculado viola a lei eleitoral, “uma vez que incute medo na população ao sugerir que se o candidato Jair Bolsonaro for eleito vai perseguir e torturar eventuais opositores políticos”.

“O tribunal tem feito um esforço no sentido de elevar o nível do debate para se evitar a disseminação desse clima de pânico que estão criando”, disse o advogado de Bolsonaro, Tiago Ayres, a O Antagonista.

Cid Moreira reaparece e comove o Brasil: ”Vivo minha fase final”

Apresentador que marcou a história do ‘Jornal Nacional’ fala sobre os 90 anos. Famoso durante muito tempo por dar o ‘boa noite’’ no ‘’Jornal Nacional’’, Cid Moreira agora é mais conhecido por ser a ‘’’voz de Deus’’ [VIDEO]. Aos 90 anos de idade, o jornalista investe o seu tempo nas narrações de textos bíblicos e comove milhares de cristãos. Cid Moreira recusou-se a fazer propaganda milionária ao lado de Fátima Bernardes Cid é casado com Fátima Moreira há 16 anos e deu uma entrevista ao portal de notícias UOL sobre o fato de estar completando 90 anos com a saúde em dia. “Vivo minha fase final”, afirmou. Entre os muitos fatos pitorescos de sua vida narrados na reportagem, Moreira revela que se recusou a receber R$ 2 milhões para fazer uma propaganda de carne ao lado de Fátima Bernardes. A celebridade, na época, teria recebido R$ 5 milhões para o comercial. O jornalista também chegou a injetar silicone líquido no rosto, o que o fez quase perder a visão de um dos olhos. Filho processa Ci…