Subscribe:

31 de março de 2011

Após Polêmica no Twitter, Marcos Feliciano decide ababdonar o microblog


Em uma noite não muito calma entre os dias 23 e 24 de março, o Pastor Marco Feliciano se alterou com alguns de seus seguidores no Twitter. Uma das histórias começou com uma pergunda de Edcleyton Souza (evangelizador de 19 anos e membro da Assembléia de Deus) ao pastor Geremias Couto (pastor e Assistente Nacional da Associação Evangelística Billy Graham para o Brasil) pelo Twitter no dia 23 de março. “O que o Pastor Geremias achou do convite do Pr Marco Feliciano para pregar na festividade do centenário das AD’S em Belém do Pará?” E a reposta foi a seguinte: “É um assunto da alçada de quem convidou e de quem foi convidado”.

A pergunta refere-se ao evento de comemoração de 100 anos das Assembléia de Deus no Brasil, que será nos dias 16,17 e 18 de junho. A indagação, que a princípio parece ser simples, gerou um grande desconforto para Edcleyton Souza e o pastor Geremias pois o pastor Marco Feliciano deu uma resposta um tanto ríspida: “Só avisando que meu nome não é osso pra ficar na boca de cachorro”, escreveu Feliciano.

Sentindo-se ofendido Edcleyton postou os seguinte comentários:”Apenas queria ouvir uma opinião. Não precisava de tais palavras do Marco Feliciano”, “As palavras do MF envergonham o evangelho de Cristo”, disse outro usuário. Segundo Edcleyton o que o motivou a fazer a pergunta foi a questão de o pastor Geremias estar há muito tempo na Assembléia de Deus. Sobre isso o pastor Geremias postou no dia 24 de março: “Há quem diga que o seu nome não é osso na boca de cachorro. Prefiro que o meu nome seja pronúncia de bênção na boca de Deus”.

Mas Edcleyton resolveu não se pronunciar mais a respeito. “Pastor Geremias, não esquento com o Marco Feliciano disse. Oremos por ele. E com certeza, o silêncio é a melhor resposta. Deus o abençoe”.

Sobre seu comentário Marco Feliciano postou ainda no dia 23 de março: “Amo o twitter rssssss quem já me viu pregar sabe q essa é uma das minhas frases… Mas… Quem tinha q ler, leu e covardemente calou-se rsss”. No mesmo dia, o pastor também acabou ofendendo outros usuários do Twitter. Marco Feliciano como deputado, votou contra o aumento do salário mínimo para R$600 e a favor de aumento de apenas R$5 e por isso foi criticado por dois internautas. A resposta do pastor foi a seguinte: “Você é só mais um demente que não sabe o que fala! 5 bilhões de rombo ao ano nos cofres públicos, desemprego em massa. Acorda bocó!”

Continuando a chamar o internauta Wagner Lemos (que edita o twitter Web Evangeslista) de demente, Marco Feliciano postou: ” rssss perdão? Por expor um demente que nem o rosto mostra? E fala mentiras? Rssss”. Para um ministro evangélico que também o criticou pelas suas grosserias respondeu: “rsssss xingando? Acorda você também… E cresce um pouco e não seja idiota também” e continuou suas alfinetadas: “respostas inteligentes pra pessoas inteligentes… Pra tumultuadores que querem se aparecer CAJADADA NeLES”. “Tumultuadores, desconhecidos que querem holofotes, fakes, idiotas e dementes de plantão: VAO PLANTAR BATATAS! rsssssssss”.

Após perceber a irritação de alguns internautas e a perda de vários seguidores, em sua defesa postou explicações sobre os xingamentos: “Idiota: vem de idiótes, em grego, significa, aquele que só vive a vida privada, que recusa a política, que diz não à política. Enfim que não a entende”, “Bocó=pateta=tolo=Néscio; Que presume muito de si; que não tem nexo ou significação; Falso; que não tem razão de ser; Ridículo, desagradável”.

Ao final da discussão o deputado Pastor Marco Feliciano ironizou seus seguidores e críticos: “To muito feliz! Foram quase 1.500 twitts de apoio x 4 de desaprovacao” e completou “Agradeço aos 4. Sem vocês o twitter seria um tédio… Rsss”

Fonte: Gospel+

Atualização 31.03.2011

O pastor Marco Feliciano é alvo de outra polêmica no Twitter, provocou reações adversas dos usuários depois de afirmar na rede que africanos descendem de um ancestral amaldiçoado por Noé e que sobre o continente africano respousa a "maldição do paganismo, ocultismo, misérias, doenças oriundas de lá: ebola, aids (sic)". Na madrugada desta quinta, ele afirmou que iria abandonar o microblog.


Neemias e a Restauração da igreja



Por Helena Damasceno

Como nos tempos de Neemias, é hora de restauração. Vivemos os últimos dias, nos quais toda a carga profética do fim tem sido cumprida. São dias difíceis, trabalhosos e confusos. Tempos de engano e de falsa fé, de doutrinas estranhas e de blasfêmias. São tempos trabalhosos para a igreja, pois em meio a tudo isso o Senhor tem cumprido a sua promessa de restaurar, derramar a chuva serôdia, de limpar o limpo e de levantar um povo zeloso.

As verdades de Deus têm sido restauradas e homens e mulheres têm se levantado para vivê-las, custe o que custar. Todavia, é um tempo de confusão, de engano e de destruição. Muito se perdeu ao longo do tempo, os absolutos de Deus foram colocados de lado, pela prevalência da vontade da maioria, da experiência dos homens, das suas conveniências. Muitas vezes, a Palavra de Deus é tratada como uma massa de silicone, isto é, que se amolda numa fôrma. Os homens que assim agem (e infelizmente talvez seja a maioria nos dias de hoje), colocam os princípios do Senhor na sua fôrma, moldam conforme as suas conveniências.

É uma geração maleável, sem firmeza no Senhor, que vive conforme as contingências e negociam, muitas vezes sorrateiramente, os princípios de Deus. Poucos há que possam afirmar como Paulo: o evangelho que recebi não foi da parte de homem, mas de Deus. Entendemos hoje por que o senhor questionou se na sua volta acharia fé na terra. Fé não é confiança, como muitos pensam, fé é firmeza, é firme fundamento: fé é estar firmado em Cristo.

Restaurar a igreja é tarefa de Deus. Mas Ele conta com a própria igreja para isso. Conta com homens comprometidos e firmes, que estejam dispostos a se gastar nessa tarefa e que O amem o suficiente para isto. Muitas vezes podemos nos desanimar ao contemplar a realidade da igreja hoje, mas não é isto que Deus espera de nós. Deus aperfeiçoará a Sua igreja, pois esta é a sua vontade e será cumprida. Cristo em nós é o que Deus espera. Cristo revelado a cada um, não teorizado, mas revelado de fato.

A igreja é o corpo de Cristo, logo, é o Seu complemento. Cristo e a igreja são um. A igreja está unida a Cristo como o corpo à cabeça e como a esposa ao marido. Tudo aquilo que não provém de Cristo não é a igreja. Cristo é o princípio e o fim. Não há igreja sem Cristo. Mas isto é experiência individual e não mero conhecimento teológico.

Jerusalém estava desolada, seu muros rachados, seus portões destruídos. Precisava ser restaurada. Deus moveu o coração de homens e mulheres, de servos e soberanos para esta obra. Deus tem igualmente movido o coração de homens e mulheres nos dias de hoje para cumprir o seu intento de restaurar a sua igreja.

Neemias não se conformou com a situação de Jerusalém (cap. 1). Ao ser informado do estado em que se encontrava a Grande Cidade, Neemias se pertubou e não se conformou. Sabia que algo precisava ser feito. Deus sempre tem levantado homens comprometidos com a restauração da Verdade

Fonte: Site Rei Eterno (http://reieterno.sites.uol.com.br)

Estamos vivendo dias muito difíceis, e fazer alguma coisa parece não dar em nada, mas, vamos fazer como o beija flor que tentava apagar aquele incêndio na floresta carregando minúsculas gotinhas de água no seu pequeno bico, e os outros animais diziam que ele não ia conseguir, e o mesmo disse que só estava fazendo a sua parte. Se cada um de nós fizer a sua parte, faremos muita coisa.

Que Deus nos abençoe!

30 de março de 2011

Momento ( humor) - Que conversa longa hein??

Dá dá dá dá dá dá, só eles se entendem mesmo. rsssss


Deus Não Te Deve Nada!

Por Marcello Comuna

A teologia da prosperidade com sua doutrina triunfalista, cada dia mais tem ofuscado as verdades eternas das mentes dos cristãos contemporâneos. É inegável o crescimento desse câncer, realizando assim, o cumprimento das profecias sobre a apostasia dos últimos dias. 

Uma característica marcante dessa teologia é a implantação na mente dos seus seguidores que Deus lhes deva alguma coisa. A famosa lei da semeadura, você semeia, Deus é obrigado a te dar a colheita. Nada mais herético! 

Deus não te deve nada!

"Qual de vocês que, tendo um servo que esteja arando ou cuidando das ovelhas, lhe dirá, quando ele chegar do campo: ‘Venha agora e sente-se para comer’? Pelo contrário, não dirá: ‘Prepare o meu jantar, apronte-se e sirva-me enquanto como e bebo; depois disso você pode comer e beber’? 
Será que ele agradecerá ao servo por ter feito o que lhe foi ordenado? 
Assim também vocês, quando tiverem feito tudo o que lhes for ordenado, devem dizer: ‘Somos servos inúteis; apenas cumprimos o nosso dever’ ". Lucas 17:7-10 

O próprio Jesus proferiu essas palavras para os seus apóstolos, fazendo uma alusão entre nós e o Pai. Deus já fez muito mais do que Ele nem tinha a obrigação de fazer.

Há uma ambição coletiva que permeia nossas mentes, para nós, enquanto habitarmos nesse corpo corruptível, será sempre impossível compreender o amor incondicional de Deus porque somos totalmente condicionais. Por isso o ser humano tem tanta facilidade de aderir qualquer teologia que afirme que Deus nos deva alguma. Estamos condicionados a dar para receber. E foi analisando sobre o comportamento dos adeptos da teologia da prosperidade que peguei meu espelhinho (Escrituras), e coloquei diante do meu fucinho para ver se enxergava em mim aquilo que critico neles. Achei. 

Observei ao redor e vi que esse pensamento mesquinho e ingrato não é privilégio dos triunfalistas, nós também, que enxergamos esses defeitos neles, cometemos o mesmo erro. 

“Por que você repara no cisco que está no olho do seu irmão e não se dá conta da viga que está em seu próprio olho? Lucas 6:41 

Nos não cobramos bênçãos materiais por semear rios de dinheiro em campanhas de vitórias, porém, achamos que Deus nos deva alguma coisa pelo nosso devocional, pela nossa piedade, pelo nosso amor a obra, pelo nosso zelo com a verdade, pela nossa apologética, pela nossa santidade, pela nossa luta pelo bem. Como somos terrivelmente hipócritas! 

Deus não nos deve nada! 

“Assim também vocês, quando tiverem feito tudo o que lhes for ordenado, devem dizer: ‘Somos servos inúteis; apenas cumprimos o nosso dever’”. 

Pesado, né? Eu sei que é! Mas esquadrinhe no fundo de sua alma e responda para você mesmo se não há esse senso de cobrança com o Pai. Por isso que o Senhor nos alerta o qual corrupto é o nosso coração. 
“Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o conhecerá?” Jeremias 17:9

A primeira pergunta que um homem, um cristão piedoso e fiel faz quando uma tragédia o sucede é: “Por que Senhor, eu lhe sirvo com tanto zelo?” A cobrança sai por osmose. 

Imagine a seguinte cena. Estamos na minha casa, eu estou lhe recebendo para um jantar com minha família. Você é um ateu, e eu estou investindo para que você se salve. Minha esposa e minha filha estão conosco sentadas à mesa. No meio da refeição, bandidos armados invadem a casa e nos tomam por reféns. Vizinhos que viram os criminosos entrando chamam a polícia. Minutos depois a casa está cercada e o terror instalado.  Os marginais alucinados entram em negociações com a polícia, fazem exigências, mas os policias não atendem. Revoltados, resolvem matar alguém para mostrar que estão falando sério e não tem nada a perder. Eles olham para você e decidem te matar. Eu intervenho. Inutilmente. Eles querem matar você.

Você pede clemência, desesperadamente alega que tem uma família, filhos. Em um momento de desespero eu me ofereço em seu lugar pois sei que em Cristo estou salvo, mas diabolicamente os bandidos propõem: Ou ele ou sua filha! É nesse instante, que eu, tendo certeza da salvação dela pela inocência dos seus cinco aninhos, e de sua condenação eterna por estar sem Cristo e longe dos seus mandamentos, que eu tomo a decisão mais difícil da minha vida. Entrego minha filha no seu lugar para que você tenha mais uma chance, para que você não pereça eternamente no inferno. A arma dispara e o impacto da bala arremessa o corpo dela sobre você, ela morre nos seus braços e você tem o sangue dela em suas mãos. 

Agora responda sinceramente. Você, enquanto vida tivesse, teria coragem de me cobrar mais alguma coisa na vida? Por mais que você me honrasse com dinheiro, com homenagens, com subserviência, com obediência e louvores. Você teria coragem de me pedir algo mais? 

Então por que você ainda acha que Deus te deve alguma coisa? 

Você não teria por mim um eterno sentimento de gratidão impagável? Toda vez que você pegasse seu filho nos braços, você não se lembraria que uma inocente morreu para que vocês tivessem mais uma chance de permanecerem juntos?

Se você ainda acha que Deus te deve alguma coisa, você não entendeu nada sobre o sacrifício de Jesus Cristo

Agora vá ter um tempo com Deus e peça perdão por sua miséria. 

Que Aquele não te deve nada te abençoe pela graça.

29 de março de 2011

O comandante-geral da Polícia Militar do Amazonas, coronel Dan Câmara, deixou o cargo a pedido do governador Omar Aziz (PMN),




A exoneração acontece uma semana depois que um vídeo mostrou policiais militares atirando à queima-roupa num adolescente de 14 anos. As imagens foram divulgadas pela TV A Crítica. A ação aconteceu em 17 de agosto de 2010, no bairro Amazonino Mendes, na zona norte de Manaus.

Sete policiais estão presos. O garoto e quarto membros de sua família foram incluídos no programa estadual de proteção a testemunhas.

A exoneração do coronel será publicada amanhã no "Diário Oficial" do Estado. Assume o cargo o coronel Almir Davi Barbosa, que deixará a coordenação do Grupo de Gestão Integrada da Secretaria da Segurança de Estado.

Segundo o governador, a saída de Câmara já estava prevista e não tem relação com o episódio da agressão ao adolescente. Câmara assumirá um posto estratégico de segurança durante a realização de jogos da Copa 2014 em Manaus.

Fonte

Gretchen está separada após três meses de casamento - De Novoooo!!

Gretchen e Sílvio em seu casamento: união durou menos de quatro meses (arquivo)

Gretchen está separada de Sílvio Alves, com quem se casou em 15 de dezembro do ano passado - seu 14º casamento, o sexto no papel. A informação foi divulgada pela assessoria da cantora através de nota oficial.


Pouco antes do casamento, a cantora declarou que acreditava que o relacionamento duraria: "Acredito no amor e quero ser feliz. Acho que dessa vez é para sempre”

Reveja fotos do casamento

Leia a nota divulgada pela assessoria de Gretchen:

"Caros colegas da imprensa,
venho por meio deste, anunciar a separação da cantora Gretchen com o
goiano Silvio Alves, na tarde desta segunda-feira, 28 de março de 2011. Eles se separaram em comum acordo, sem brigas e continuam se dando bem. Os dois se reservam no direito de não comentarem sobre o assunto, visando suas privacidades e de suas famílias neste momento delicado".

Fonte Ego


Alguém ponha um freio nesta mulher please! rsss

Família desaparecida em Diadema é recebida com festa Amigos e parentes levaram cartazes e balões na noite de segunda-feira (28)

Pai, mãe e quatro filhos estavam desaparecidos há quase 15 dias

A família que estava desaparecida em Diadema, que acreditava que seria levada e salva por Jesus, foi recebida com festa na noite de segunda-feira (28), na Grande São Paulo. Os quatro, pai, mãe e dois filhos estavam sumidos há 14 dias, e Foram encontrados em Ourinhos, no interior de São Paulo.

Uma assistente social os encontrou depois que eles foram reconhecidos reconhecidos por funcionários de um abrigo da cidade, na última sexta-feira (25).

Segundo Márcia Moraes, eles foram ao local para pedir alimentação e para pernoitar. Nesta segunda-feira, ela acionou a Polícia Militar para informar o paradeiro dos quatro. A assistente disse que conversou com a família, explicando que parentes, vizinhos e amigos estavam preocupados com o desaparecimento deles, e o pai decidiu voltar para Diadema.

Na manhã desta terça-feira (29), a filha adotiva, Patrícia Gomes Carvalho, comentou como foi a espera e o reencontro com os parentes.

- Eles disseram que na estrada seriam arrebatados por Jesus e por isso iam seguir seus caminhos. Eles continuam transtornados, ainda com o mesmo pensamento. Também estão cansados, decepcionados e com vergonha da situação.

Seita

Parentes e vizinhos dizem que os quatro passaram a ter comportamento estranho após se envolverem em uma seita. Pais e filhos largaram os empregos e, "de uma hora para outra", desapareceram sem levar roupas ou documentos.

A filha adotiva do casal disse que, antes de desaparecer, os pais e os irmãos dela deixaram dinheiro para pagar as contas e um bilhete de despedida. De acordo com ela, o pai influenciou o restante da família, com um discurso que pregava o fim dos tempos, com base em uma profecia bíblica. Para ele, o fato ocorreria por volta das 14h do último dia 14 de março.

Dois boletins de ocorrência do desaparecimento foram registrados.


Fonte R7

Assista ao vídeo:







O arrebatamento não chegou e eles foram encontrados.

25 de março de 2011

Pr Silas Malafaia será investigado por conduta homofóbicas

Necrofilia e zoofilia




A procuradora da República em Brasília Ana Carolina Araújo Roman investiga se Silas Malafaia, pastor da Assembleia de Deus, teve conduta homofóbica em uma audiência pública na Câmara dos Deputados na qual se discutiu o chamado Estatuto das Famílias.

O encontro, realizado em maio passado, foi marcado para discutir mudanças no direito de família. Malafaia fez um discurso contrário à união homoafetiva. Até aí,nenhuma surpresa em relação às posições conservadoras defendidas pelos evangélicos em geral.

Mas Malafaia foi mais fundo. Exagerou. Pegou pesado. Na sessão, o pastor chegou a dizer que se fosse para concordar com a união gay, então que se liberasse a zoofilia e a necrofilia.

No início de fevereiro, Ana Carolina converteu uma investigação preliminar sobre o caso em inquérito por entender que era necessário continuar com as apurações.

O que Malafaia disse na audiência da Câmara:

– Vamos liberar tudo que tem na sociedade. Vamos colocar na lei tudo que se imaginar. Quem tem relação com cachorro, vamos botar na lei, porque tem gente que gosta de ter relação com cachorro. Eu vou apelar aqui, mas tem que dizer, é um comportamento, ué. Vamos aceitar?

– Quem tem relação com cadáver? É um comportamento, vou botar na lei. Ah, se é um comportamento, ué, estão espantados, vão discriminar, ué? É a favor de quê? Então vamos colocar tudo na lei e onde é que vai parar a sociedade brasileira?




Vejam o vídeo!




Fonte


Segue abaixo mais um vídeo importante do Senador Magno Malta que fala com propriedade sobre o assunto


A lei é feita da regra para a excessão


Desprezível, eu?!


Nós, seres do sexo masculino, somos malvados. Somos todos muito malvados.  Contudo, o  mais surpreendente, é que, ainda assim, Deus nos dá filhos! Claro que, na maioria das vezes e por quase todo tempo, não sabemos como nos portar, como segurá-los, o que dizer, o que fazer com essas crianças que nos obrigam a olhar para elas, desafiando-nos diariamente a sair da nossa zona de conforto e olhar noutra direção que não seja apenas o nosso próprio umbigo. É sobre isso que trata o filme infantil - infantil mesmo - que, num dia desses, assistimos todos juntos aqui em casa: "Meu malvado favorito" ("Despicable me", que seria traduzido assim: eu, desprezível).



O personagem “Gru” foi criado pela mãe autoritária e indiferente a ele (não há a figura paterna). “Gru” persegue, desde criança, seu sonho, mas sempre procurando a aprovação materna. Todavia, todo esse seu esforço se revela inútil, pois ela despreza os sonhos do filho. Logo, com uma criação dessas, como poderia "Gru" se sair bem como pai? E ainda por cima, pai de três meninas de uma vez?! Ele não aprecia histórias infantis, não gosta de contá-las, não sabe segurar na mão de crianças e, muito menos, dar beijo de boa-noite e - evidentemente - nem dizer “eu te amo”. Enfim, o nosso herói é realmente um adulto desprezível!


Ser pai é um aprendizado. Ser pai é sempre um dia depois do outro. E a grande descoberta de “Gru” é que a beleza do amor está em você decidir amar a quem, com toda liberdade, decidiu amar você também. “Gru” decidiu amar aquelas três menininhas que viraram sua vida de cabeça para baixo, principalmente invertendo valores estranhos que existiam na vida dele. Elas aparecem assim repentinamente, sem aviso prévio e vendendo biscoitos à porta da casa dele. A mais nova das meninas tem um nome sugestivo: Agnes (anjo). Assim, eu poderia dizer que é em uma dessas visitas imprevisíveis de Deus que, de modo bem parecido, tudo pode mudar em nossas vidas também. Eu creio!



É possível, sob outra perspectiva, que nós, homens, ainda que tendo um “Gru” morando dentro de nós (e que passa o tempo todo sonhando em roubar a lua só para suprir nossas demandas mais infantis), venhamos a descobrir, finalmente, que o maior sonho a ser realizado é o de decidir amar nossos filhos, assim como um dia Deus nos amou primeiro. No caso do filme, amar assim como as meninas o amaram primeiro: apesar daquela careca, do nariz esquisito e da aparência um tanto quanto grotesca (“Gru” é um diminutivo em inglês da palavra "gruesome", que quer dizer "repugnante"). No meio do filme, uma das meninas diz para a outra que “Gru” dá medo nela, mas, diante dessas palavras, a pequena Agnes, depois de um momento de reflexão, devolve: “Igual o Papai-Noel”! Talvez porque sejamos todos isso mesmo: um misto de coisa alguma com alguma coisa maravilhosa demais para se compreender; seres totalmente depravados, mas, ainda assim, com  a maravilhosa imagem de Deus plantada em nós.


Filme é sempre algo muito pessoal, uns gostam outros não. Mas “Meu malvado favorito” falou de uma maneira muito especial para mim, por causa dos temas que aborda: adoção, baixa auto-estima, julgamento, descobertas, conquistas, paternidade. Sou pai de duas lindas princesas e tenho descoberto que, apesar do “Gru” que ainda mora aqui dentro de mim, elas me veem de uma maneira toda especial. E, por isso mesmo, elas me fazem querer, cada vez mais, ser um pai melhor para elas. Dica? Um filme para se ver com toda a família, sem esquecer da pipoca e do refri, claro.

Casal 20

24 de março de 2011

Pesquisador Lançará Livro com '100 NOVAS REVELAÇÕES SOBRE JESUS'


Autor português fez revelações que questionam os dogmas religiosos que prevalecem há mais de 20 séculos



O autor português, Soham Jñana, prepara para outubro o lançamento do livro, que promete ser polêmico, sobre a vida de Jesus. Entre as afirmações que o autor faz estão a de que Jesus foi pai e não chegou a conhecer o filho porque foi crucificado seis meses antes.

Além de assegurar que Jesus foi casado e que Maria teve um segundo marido após José, Soham Jñana garante que Jesus também foi pai. Segundo a pesquisa feita durante a preparação do livro, o autor alega ter encontrado fatos que revelam que quando Jesus foi crucificado, sua esposa estaria com três meses de gravidez.

Várias revelações sobre a vida de Jesus foram feitas pelo autor ao longo dos anos como resultado das suas pesquisas. Sobre estas, o autor português afirma: “Essas descobertas desmistificam e questionam o discurso estabelecido por muitos historiadores, teólogos e pesquisadores cúmplices, em maior ou menor grau de consciência, do Jesus da fé, que até hoje prevalece sobre o homem Jesus”.

Uma dessas revelações diz que Jesus não nasceu em Nazaré, nem em Belém. Outra que ele, ao contrário do que muitos imaginam, era de classe média. Também se afirma que não morreu aos 33 anos de idade e que conheceu seu pai biológico aos 38 anos.

Desde dezembro do ano passado, o escritor Soham Jñana vem fazendo uma série de revelações sobre a vida de Jesus. Ao todo já foram feitas 14 revelações, mas até o lançamento do livro, em 12 de outubro deste ano, o autor promete chegar a 32 revelações, todas inéditas e baseadas em fatos confrontados a partir de pesquisas em textos bíblicos e documentos diversos.

São cerca de 800 páginas com informações históricas sobre o nascimento, crescimento, casamento e morte de Jesus. Uma das revelações diz que Jesus não nasceu em Nazaré, nem em Belém. Outra que ele, ao contrário do que muitos imaginam, era de classe média.

Soham diz que chegar às respostas que colocam em xeque muitos dos mitos que cercam o Jesus da fé demandou os últimos seis anos de sua vida, dos quais três no Brasil. “Fui confrontado com indagações de enorme amplitude, tendo tido, para inquirir respostas, de interrogar as fronteiras de conhecimento que a tradição institucional construiu. Qual não foi minha surpresa, com base na coerência investigativa, suportada na descoberta de laços e nexos, de relações e conexões até hoje ignoradas, ver aos poucos ser resgatado um inesperado homem Jesus. Essas descobertas desmistificam e questionam o discurso estabelecido por muitos historiadores, teólogos e pesquisadores cúmplices, em maior ou menor grau de consciência, do Jesus da fé, que até hoje prevalece sobre o homem Jesus”, afirma.

Pesquisador

Soham Jñana está no Brasil há três anos. Nascido em Portugal e radicado na França, dedicou boa parte de sua vida aos estudos sobre temas religiosos na Europa. O produto do aprendizado e das teorias confrontadas durante as pesquisas são a base do material dos três livros que vai lançar.

O primeiro deles, “Jesus – a Semente” será lançado em outubro de 2011.

Para Soham, a trilogia vai permitir uma visão crítica dos acontecimentos que marcaram a vida de Jesus. “Antes de mais quero deixar claro que a trilogia fala sobre a vida e mensagem do Jesus homem, e não do Jesus da fé pessoal”.

Algumas revelações

• Jesus não morreu aos 33 anos. Jesus não morreu no ano 30EC com 33 anos de idade, como comumente aceito pela maioria dos historiadores e teólogos.

• Avós maternos de Jesus foram assassinados – os avós maternos de Jesus foram assassinados em Séforis, então capital da Galileia, no ano 5 AEC, alguns meses antes dele nascer.

• Jesus não nasceu em Nazaré nem em Belém – Existem provas irrefutáveis de que Jesus nasceu em outra localidade.

• Jesus pertencia à classe média – evidências contidas na própria Bíblia revelam que desde a infância Jesus foi criado e educado, cresceu e viveu como membro de uma família de classe média alta

• Jesus assume aos 20 anos o papel de chefe de família – aos 20 anos, Jesus passou a cuidar de sua mãe, de sues quatro meios-irmãos e de suas duas meias-irmãs.

• Jesus só ficou noivo aos 36 anos de idade, cerca de três anos antes de morrer - evidências demonstram que sua esposa estava com pouco mais de 3 meses de gravidez quando foi crucificado

• Jesus conheceu seu pai biológico apenas aos 38 anos de idade



Com informações O Repórter / O Girassol e OGalileo



Obs da
: Este é um forte candidato para fazer parte dos bundões eleitos por Caio Fabio. rsssss

Desculpem-me , Mas, não resisto uma piada!

23 de março de 2011

Não Desperdice seu Câncer

Eu tinha um texto em mente para postar nessa quarta até receber esse do John. Mudança de planos!
Como precisamos voltar a essa consciência da soberania absoluta de Deus e nos desligarmos desse evangelho triunfalista. Que Deus seja glorificado no caos e na paz. Na saúde e na doença. Na alegria e na tristeza. Dele e para Ele são todas as coisas eternamente. Amém! Marcello Comuna.

Por John Piper

"Estou escrevendo estas palavras na véspera da cirurgia do câncer na minha próstata. Creio no poder de Deus para curar — por meio de um milagre e da medicina. Sei que é certo e bom orar pelos dois tipos de cura. O câncer não é desperdiçado ao ser curado por Deus. Ele recebe a glória — e isto porque o câncer existe. Então, não orar pela cura pode desperdiçar seu câncer. Mas a cura não é o plano de Deus para todos. E existem muitas outras formas de desperdiçar seu câncer. Estou orando por mim e por você, para que não desperdicemos esta dor ."

1. Você desperdiçará seu câncer caso não creia que isto foi planejado por Deus

Não diga que Deus apenas usa nosso câncer, mas que não o planeja. O que Deus permite, ele o faz por uma razão. E está razão é sua vontade. Se Deus prevê desenvolvimentos moleculares tornando-se cancerígenos , ele pode deter isto ou não. Se não, ele tem um propósito. Por ser infinitamente sábio, é correto chamar este propósito de plano. Satanás é real e causa muitos prazeres e dores. Mas ele não é a causa última . Assim , quando ele atacou Jó com úlceras (Jó 2:7), Jó atribuiu-as a Deus (2:10), e o escritor inspirado concorda: “e o consolaram de todo o mal que o Senhor lhe havia enviado” (Jó 42:11). Se você não crê que seu câncer lhe foi planejado por Deus, você o desperdiçará.

2. Você desperdiçará seu câncer caso creia que ele é uma maldição , e não uma bênção

“Portanto, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus” ( Romanos 8:1). “Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se maldição por nós ” (Gálatas 3:13). “Contra Jacó, pois, não há encantamento , nem adivinhação contra Israel” ( Números 23:23). “Porquanto o Senhor Deus é sol e escudo; o Senhor dará graça e glória; não negará bem algum aos que andam na retidão.” (Salmos 84:11)

3. Você desperdiçará seu câncer caso procure conforto em suas chances em vez de procurá-lo em Deus

O plano de Deus em relação ao seu câncer não é treiná-lo no cálculo de chances racionalista e humano . O mundo consegue conforto em estatísticas . Os cristãos não . Alguns contam seus carros (porcentagens de sobrevivência) e outros contam seus cavalos (efeitos colaterais do tratamento), mas nós confiamos no nome do Senhor, nosso Deus (Salmos 20:7). O plano de Deus é claro em 2Coríntios 1:9: “portanto já em nós mesmos tínhamos a sentença de morte , para que não confiássemos em nós, mas em Deus, que ressuscita os mortos”. O objetivo de Deus relativo ao seu câncer (entre várias outras coisas boas) é derrotar a autoconfiança em nosso coração para podermos descansar completamente nele.

4. Você desperdiçará seu câncer caso se recuse a pensar na morte

Todos nós morreremos caso Jesus não retorne em nossos dias. Não pensar sobre como seria deixar esta vida e encontrar Deus é tolice . Eclesiastes 7:2 diz: “Melhor é ir à casa onde há luto do que ir à casa onde há banquete ; porque naquela se vê o fim de todos os homens , e os vivos o aplicam ao seu coração”. Como você pode aplicar esta verdade a seu coração se não pensa nela? Salmos 90:12 diz: “Ensina-nos a contar os nossos dias de tal maneira que alcancemos corações sábios”. Contar seus dias significa pensar sobre quão poucos eles são e que terminarão. Como você conseguirá um coração sábio se você se recusa a pensar nisto? Que desperdício , caso não pensemos sobre a morte.

5. Você desperdiçará seu câncer caso pense que “vencê-lo” significa sobreviver e não aproximar-se de Cristo .

Os planos de Deus e os planos de Satanás para seu câncer não são os mesmos. Satanás deseja destruir seu amor por Cristo. Deus planeja aprofundá-lo. O câncer não vencerá se você morrer, apenas se falhar em aproximar-se de Cristo. O plano de Deus é privá-lo do alimento do mundo e satisfazê-lo com a suficiência de Cristo. Isto tem o objetivo de ajudá-lo a dizer e a sentir: “tenho também como perda todas as coisas pela excelência do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor”. E saber, portanto, que “o viver é Cristo, e o morrer é lucro” (Filipenses 3:8; 1:21).

6. Você desperdiçará seu câncer caso gaste muito tempo lendo sobre o câncer e não o suficiente a respeito de Deus

Não é errado ler sobre o câncer . Ignorância não é virtude. Mas, o desejo de saber mais e mais, e a falta de zelo pelo conhecimento contínuo de Deus é sintomático no incrédulo . O objetivo do câncer é acordar-nos para a realidade de Deus, colocar sensações e força no mandamento “Conheçamos, e prossigamos em conhecer ao Senhor” (Oséias 6:3), acordar-nos para a verdade de Daniel 11:32 : “O povo que conhece ao seu Deus se tornará forte, e fará proezas”, tornar-nos carvalhos indestrutíveis e firmes : “antes tem seu prazer na lei do Senhor, e na sua lei medita de dia e noite. Pois será como a árvore plantada junto às correntes de águas, a qual dá o seu fruto na estação própria, e cuja folha não cai; e tudo quanto fizer prosperará.” ( Salmos 1:2,3). Que desperdício lermos dia e noite sobre o câncer e nada a respeito de Deus .

7. Você desperdiçará seu câncer caso se isole em vez de aprofundar seus relacionamentos manifestando afeição

Quando Epafrodito trouxe os presentes enviados pela igreja de Filipos para Paulo, ele ficou doente e quase morreu. Paulo diz aos filipenses: “porquanto ele tinha saudades de vós todos, e estava angustiado por terdes ouvido que estivera doente” (Filipenes 2:26). Que reação maravilhosa! Não diz que estavam angustiados porque Epafrodito estava doente , mas que ele estava angustiado porque os filipenses ouviram que ele estava doente. Este é o tipo de coração que Deus pretende criar com o câncer: o coração profundamente afetivo e preocupado com as pessoas . Não desperdice seu câncer voltando-se para si mesmo .

8. Você desperdiçará seu câncer caso se entristeça como quem não tem esperança.

Paulo usa esta expressão para designar pessoas cujos entes queridos haviam morrido: “Não queremos, porém , irmãos , que sejais ignorantes acerca dos que já dormem, para que não vos entristeçais como os outros que não têm esperança” (1Tessalonicenses 4:13). Existe tristeza na morte. Mesmo para o crente que morre, há uma perda temporária — a perda do corpo, de entes queridos e do ministério terreno. Mas a tristeza é diferente — é permeada pela esperança: “desejamos antes estar ausentes deste corpo, para estarmos presentes com o Senhor” (2Coríntios 5:8). Não desperdice seu câncer ficando triste como quem não tem esta esperança .

9. Você desperdiçará seu câncer caso trate o pecado tão normalmente quanto antes.

Seus pecados freqüentes permanecem tão atrativos quanto antes de você ter câncer? Se a resposta for afirmativa, então você está desperdiçando seu câncer. O câncer foi planejado para destruir o apetite pelo pecado. Orgulho, ganância, luxúria, ódio, falta de perdão, impaciência, preguiça, procrastinação — todos estes são adversários que o câncer deve atacar. Não pense apenas em lutar contra o câncer. Pense também em usá-lo. Todas estas coisas são piores que o câncer. Não desperdice o poder do câncer para esmagar estes adversários. Deixe a presença da eternidade tornar os pecados temporais tão fúteis como eles realmente são. “Pois, que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro, e perder-se, ou prejudicar-se a si mesmo ?” (Lucas 9:25).

10. Você desperdiçará seu câncer caso falhe em utilizá-lo como meio de testemunhar a verdade e a glória de Cristo.

Os cristãos nunca se encontram em determinado lugar por acidente. Existem razões para as quais somos levados onde estamos. Considere o que Jesus diz sobre circunstâncias inesperadas e dolorosas: “Mas antes de todas essas coisas vos hão de prender e perseguir, entregando-vos às sinagogas e aos cárceres, e conduzindo-vos à presença de reis e governadores, por causa do meu nome. Isso vos acontecerá para que deis testemunho” (Lucas 21:12-13). Assim também é com o câncer. Essa será uma oportunidade para testemunhar. Cristo é infinitamente digno. Aqui está uma oportunidade de ouro para mostrar que Jesus vale mais que a vida . Não a desperdice.

Lembre-se de que você não foi deixado sozinho; terá a ajuda necessária: “Meu Deus suprirá todas as vossas necessidades segundo as suas riquezas na glória em Cristo Jesus” (Filipenses 4:19).

Fonte:
Por John Piper. © Desiring God. Website: desiringGod.org

Tradução: Josaías Júnior

Revisão: Rogério Portella

Extraído de: monergismo.com

22 de março de 2011

Reverendo Caio Fábio chama Pastor Ricardo Gondim de 'Bundão'. Ouça a Declaração Polêmica



As frases de Gondim sobre o terremoto no Japão incomodaram o pastor que resolveu falar sobre isso em seu programa de TV
Por Redação OGalileo22/03/2011 13:32h
As declarações do pastor Ricardo Gondim sobre o terremoto que devastou o Japão no dia 11 de março chamaram a atenção de Caio Fábio, tanto que o pastor resolveu se manifestar sobre o texto de Gondim que tira a responsabilidade de Deus sobre o controle do mundo.

Foi através da internet que Caio Fábio teve acesso às mensagens que o pastor da Igreja Betesda andou divulgando pelo twitter e resolveu falar sobre isso em seu programa de TV, lembrando aos telespectadores que ele conheceu Gondim quando ele era “ultra pentecostal” e que ao longo do tempo foi mudando de atitudes e acabou se perdendo no caminho.

“Eu acho que o Ricardo Gondim se perdeu na viagem, eu conheci o Ricardo é um cara bipolar. Eu conheci o Ricardo pregando igual o Jimmy Swaggart“, diz Caio Fábio no programa da Vem & Vê TV.

O líder do ministério Caminho da Graça lembra que há algum tempo atrás, em um evento chamado “Teologando”, que aconteceu em São Paulo, Gondim (foto abaixo) chamou Rubem Alves de “meu herói”. “Um cara que chama um bundão como o Rubens Alves de meu herói está danado meu irmão, virou um papel higiênico do pensamento e da fé”, disse Caio Fábio.

O pastor se justifica dizendo que em um programa do Jô Soares, Rubem Alves diz que a fé faz parte do seu passado. “Esse é o herói de Ricardo Gondim”, ironiza.

Fazendo uma comparação nos textos que Gondim vem escrevendo, o polêmico pastor que não tem papas na língua diz que ele perdeu a fé. “Um cara assim perdeu a fé e precisa ter de fato um encontro com o Rei dos Reis”.

O apresentador do Vem & Vê TV pergunta como será que o pastor da Betesda lê o livro de apocalipse para dizer que Deus não está no controle do mundo e lamenta que ele tenha caído no humanismo.

“Não falta uma gota de água na casa dele, mas ele está mais angustiado do que os japoneses a respeito de Deus”, fala Caio Fábio que acabada ofendendo o pastor “Você é um bundão fazendo desperdício da fé”.

Ainda sem poupar ofensas e xingamentos Caio Fabio continua afirmando que o Gondim não tem profundidade nas palavras. “Você pensa que pensa, mas você é raso como uma praia sem água”.

Ouça o áudio do programa:




Reavivamento no Brasil: Verdades Sobre a Explosão no Crescimento das Igrejas. Confira!




Recentemente, tem se falado sobre o reavivamento no Brasil, visto a explosão demográfica da população evangélica, estimada em 57,4 milhões para este ano de 2011 de acordo com recente estimativa da Missão Internacional Servindo aos Pastores e Líderes (SEPAL).

O Reverendo Hernandes Dias Lopes, apresentador de programa na TV Presbiteriana do Brasil sobre o “reavivamento e o sepultamento,” disse em entrevista ao The Christian Post, hoje, que não acredita que a explosão do crescimento da Igreja evangélica do Brasil seja um sinal de um reavivamento espiritual.

“A explosão de crescimento numérico da Igreja brasileira tem muito a ver com um evangelho que eu chamaria de um evangelho híbrido, sincrético, com práticas completamente estranhas à palavra de Deus,” afirmou ele.

E adicionou “Um evangelho voltado apenas para a questão da prosperidade, para a questão das curas, o evangelho focado e centrado no homem.”

Para ele, as pessoas estão procurando “aquilo que funciona,” “aquilo que o povo gosta” e não procurando “aquilo que glorifica a Deus.”

“Esse crescimento tem extensão mas não tem profundidade.”

Luis André Bruneto, missionário da SEPAL, que anunciou em estudo realizado em 2010, a projeção para a população evangélica chegará a 109,3 milhões em 2020, seguindo uma taxa de crescimento anual de 7,42%.

Apesar dessas estimativas, o pesquisador da SEPAL também não acredita que esteja acontecendo um reavivamento, caracterizado por profundas mudanças na sociedade.

Entretanto, para muitos isso pode se tratar de um reavivamento da Igreja brasileira. Teólogos e antropólogos ouvidos pela conhecida revista brasileira Época em 2010, disseram que a população evangélica, a partir do crescimento numérico, contribuirá para a diminuição no consumo do álcool, o aumento da escolaridade e a diminuição no número de lares desfeitos.

Alguns motivos de porque a Igreja brasileira está crescendo tanto, o Bruneto listou, “o evangelismo aguerrido dos evangélicos, a adoção de regras menos rígidas, a ampliação da visão da vida cristã para dentro da sociedade, a flexibilidade dos costumes e o aumento da classe média.”

O Reverendo Hernandes explicou que o reavivamento se expressa pelo arrependimento do pecado, pela sede de santidade, pela volta à Escritura, pela volta à oração, à evangelização.”

“Quando a Igreja se volta para Deus não por aquilo que Deus dá, mas por aquilo que Deus é, é aí que a Igreja experimenta um reavivamento.”

Na opinião do Reverendo, a Igreja evangélica brasileira precisa passar por uma reforma, voltando-se para as escrituras, tendo “os mesmos valores e princípios que inspiraram a reforma do século 16, ou seja, só a escritura, só a graça, só a Cristo, só a Fé, só a Deus a glória.”

O Reverendo alertou que essa mudança começa pelos pastores, dizendo “o reavivamento começa nos púlpitos e não nos bancos ... Porque se os pastores forem inflamados pelo reavivamento espiritual eles serão então esses instrumentos de Deus para atear este fogo também nos crentes.”

A história da Igreja evangélica brasileira, segundo Johnny Torralbo Bernardo, apologista fundador do Instituto de Pesquisas Religiosas do Brasil (INPR) apresenta o surgimento da força evangélica nacional através das Igrejas pentecostais, com a Assembléia de Deus fundada por Daniel Berg e Gunnar Vingren, vindos dos EUA, em princípios do século 20.

“Foi a primeira onda do pentecostalismo brasileiro,” informou Bernardo ao The Christian Post.

Em seguida, o Brasil viria a ser tomado por uma onda de “neopentecostalismo,” com as principais denominações do país tais como a Igreja Internacional da Graça de Deus (com mais de 2.000 igrejas em todo o mundo sem informações do número de fiéis no país) e a Igreja Apostólica Renascer em Cristo (com cerca de 120.000 fiéis no país).

O apologista citou o método de “Igrejas em células” advindo da Igreja coreana Full Gospel Church, na Coreia do Sul que foi implantado no país. Assim de pouco menos de 20 membros hoje há Igrejas que contabilizam uma média de cinco a seis mil crentes que frequentam os cultos regularmente, no Brasil.



Christian Post

21 de março de 2011

De quem é a culpa?


Por Rô

De alguns dias para cá, tenho visto pessoas leigas e até mesmo alguns Pastores que deveriam estar usando a palavra como conforto e orar neste momento, estão usando o meio virtual com indagações e confusões. Colocam em dúvidas a soberania de Deus, ou então o acusam de injustiça e falta de amor, tendo em vista os recentes acontecimentos trágicos, onde tem morrido adultos responsáveis e faltosos, jovens e velhos e crianças totalmente inocentes.

Diante destes fatos as pessoas indagam: quem é o culpado de tudo que está acontecendo?? Lembrei-me da torre de Siloé.

Lucas 13:1-5 - E, naquele mesmo tempo, estavam presentes ali alguns que lhe falavam dos galileus, cujo sangue Pilatos misturara com os seus sacrifícios. E falavam também sobre aqueles dezoitos, sobre os quais caiu a torre de Siloé e os matou. E, respondendo Jesus disse-lhes: cuidais que foram mais culpados do que todos quantos homens habitam em Jerusalem? Não, vos digo; antes, se não vos arrependerdes, todos de igual modo perecereis

Quando foi dito a Jesus algo sobre a tragédia, onde alguns rebeldes galileus foram mortos pelos romanos e seus sangues misturados com os sacrifícios judeus. Entende-se que era afirmado entre eles, que suas mortes eram punições pelos seus comportamentos pecaminosos. No entanto, ao mencionar a queda da torre de Siloé, Jesus abordou o assunto com frontalidade, ensinou que a morte pode vir a qualquer pessoa, independentemente de como ela é, pecadora ou não. Ele passou a ensinar que a necessidade de arrependimento é a verdadeira lição de tais tragédias, devendo ser seguida por todos. Na verdade todos somos pecadores e merecemos o juízo de Deus.

Quanto ao amor e a justiça de Deus, esta além de tudo isso. A verdade é que todos nós somos responsáveis por tudo que acontece conosco e com o nosso planeta. Tudo o que temos, colhemos e gozamos é pela graça de Deus.

Não temos quaisquer direitos de colocarmos a culpa em Deus! Tudo o que merecemos é a morte, pois o "salário do pecado é a morte". O que nos une é o pecado, assim diz a Bíblia. O que nos faz tortos são os pensamentos distorcidos e as escolhas erradas. Ao negar-se a ver a verdade, temos a mentira como fundamento. Mas você pode continuar aí, como gandara (terra arenosa, estéril) como figueira improdutiva, achando culpados em todo lugar, até mesmo no Criador, menos em você, é claro. O que mais me surpreende não é o fato de que alguns morram nesta, naquela ou em outra catástrofe, e nem quem seja culpado, mas sim, que nós pecadores dignos de morte, somos agraciados pela misericórdia de Deus. Paz!

20 de março de 2011

20 de Março dia dos blogueiros

Recebi este selinho da Nair e resolvi postar para que todos divulguem o dia do Blogueiro, pois temos um dia vocês sabiam?? então gente, agora é com vocês. Passem adiante ok. Paz e obrigada!



Por Nair- Êbaaaa, nós também temos um dia especial apesar de não ser feriado e poucos ainda não saberem dessa data tão linda!!
Todos que dedicam parte do seu tempo em escrever poemas, parábolas, fatos, poesias..todo tipo de informação através dessa blogosfera tão rica e polêmica desejo muitas alegrias e boas novidades..e que possamos nos enriquecer mais e mais uns com os outros através dessa troca maravilhosa de informação e muitas vezes de muito carinho uns pelos outros..
Não esqueçam mais dessa data queridos, vamos divulgar para que possamos ser melhores lembrados e homenageados!Aberta a campanha e divulgue no cantinho do seu blog.


Concordo com o Luis Valério do blog política com pimenta que escreveu os motivos pelos quais se considera um blogueiro.



Rô - Então vamos lá, escreverei os meus motivos:

[1] Blogo porque aqui encontrei a melhor forma de me expressar.

[2] Creio que aqui é o melhor lugar para (se) conhecer e conhecer quem pensa igual ou diferente de você.

[3] Blogo porque achei uma forma de me expressar e publicar o que quero ver publicado, e que provavelmente não se enquadraria em qualquer outro meio de comunicação.

[4] Blogo porque posso te-lo como um diário pessoal online, e servir como ferramenta de comunicação entre pessoas com interesses comuns.

[5] Blogo porque sei que posso fazer ouvir uma voz (ou várias vozes) que não teriam a possibilidade de se expressarem em qualquer outro meio.

[6] Blogo porque aqui posso falar do que mais gosto , ou seja, a palavra de Deus.

[7] Blogo porque me sinto em uma família, pois tenho o maior respeito pelos meus companheiros sem duvidar de suas fontes.

[8] Blogo porque o meu blog se transformou em jornal virtual para muitos.

[9] Blogando aprendi a respeitar a liberdade de expressão que é a voz do povo, sem ela não existe democracia.

[10] Blogo pelo simples fato de ter encontrado aqui um espaço para dizer que só há Salvação em Cristo Jesus.


Feliz dia do blogueiro para todos!

Maior lua dos últimos 18 anos


Nasa
Super lua cheia será a maior em 18 anos
As luas apogeu e perigeu, em 2006. Este ano, fenômeno será ainda mais evidente


Ontem sábado (19) indo para culto pude contemplar de dentro do carro, Um fenômeno que aconteceu apenas 15 vezes nos últimos 400 anos. Ontem o mundo assistiu à maior Lua dos últimos 18 anos ela estava mesmo linda. O fenômeno, conhecido como 'Supermoon', isso só acontece quando o satélite está mais próximo da Terra.

Quando isso acontece a Lua fica 14% maior e 30% mais iluminada.

Vídeo registra Super Lua; confira

18 de março de 2011

Alma sedenta ou razão?

Lamentações 3: 39
De que se queixa, pois, o homem vivente? Queixe-se cada um dos seus pecados.

Este poema foi feito pela Clélia na hora dos comentários para mim, eu achei tão lindo que não pude deixar de posta-lo. Espero que gostem.
Tenham um bom fim de Semana na presença do Senhor!



Tudo vira turbilhão...

Tenta mudar a mente, o coração...
Alma sedenta ou razão?!
Corrói o corpo...pecado...ilusão.
Foi Ele?!...é Ele?!

Quem tem razão?!
Porque te indagam por tanta destruição?
Quem é o homem e qual a sua razão?
Folha ao vento...Vaso quebrado...Traga restauração.

Tu nos advertiste, nos mostrou o caminho, livre arbítrio!...ou não?!
Andamos em pé, mas... Parece que estamos no chão.
Crentes, cristãos, servos ou apenas poços secos,vale de ossos.
Eu mereço o que?! Sou o que?!
Tu és o princípio...O grande Eu Sou.

Eu! Sou o pó que a vida soprou, sou um pedaço de costela...Adão e Eva.
Se desejo morar aqui, fazer deste mundo o meu habitat!

Como posso ter em minhas mãos o passe, a entrada para o céu?!
Senhor! Faça desta folha que o vento leva, desse vaso quebrado...Apenas tua serva.
Eu quero o céu!

Clélia 2011 para a minha amiga Rô.
Fiz agora mas...não sou poetisa. kkkkk
fica com Deus amiga.


Segue abaixo um vídeo que eu gosto. Bjs!


Reflexões sobre o Dia Nacional da Poesia (14/03)


Por Casal 20

"A palavra pedra atirada veste o peso da língua",

Iconoclasta (Manoel Serrão)



“O peso das palavras” foi o título de um trabalho que fiz na época da Faculdade Teológica, quando tive o meu primeiro contato com a disciplina “metodologia de exegese”. Encantava-me com a poesia hebraica, seus jogos e características de sua gramática e discurso (ocorreu o mesmo com o Grego). Assim, estudar línguas veio de uma forma natural, principalmente depois de um curso de linguística, o qual nos instrumentalizava nas regras de fonética, fonologia, gramática e discursos com o objetivo de analisarmos melhor as línguas com as quais trabalhamos hoje.

Creio que naquele trabalho - "o peso das palavras" - já havia a gênese de algumas ideias que depois, com outros estudos, compreendi melhor. Já fora, contudo, uma maneira de dizer sobre o que acredito em termos de palavras, significados e significantes. Em resumo, acredito que as palavras têm peso, como também têm cores, cheiros e tons e que precisamos conhecer e dominar as que usamos, caso queiramos dizer aquilo que realmente queremos e da maneira mais aproximada possível: a palavra e o pensamento. Este título - "o peso das palavras" - é quase uma confissão de fé; uma profissão de fé (no canto parnasiano de Olavo Bilac).


Escrever é uma luta, uma luta vã, já dizia Drummond, entretanto, melhor do que muitos, ele sabia dessa luta necessária contra e a favor da palavra. Luta árdua em que devemos respeitar esse oponente para encontrar aquela chave que nos abrirá a palavra e à palavra: o poema que aguarda, que espera, pacientemente, que algum poeta desassossegado o revele.




A partir do momento que compreendemos esse labor da escritura, passamos a pensar mais e a escrever menos, pois queremos trabalhar apenas com a palavra certa, "catar feijão" (João Cabral em outro belo poema sobre o tema da urdidura desse labor poético). Agora sei que há pedras e feijões. Estes boiam na superfície deste papel virtual, que agora você lê. Mas boiam, também, na confecção do poema, as pedras e os feijões secos e ocos (deve-se, também, lançar fora do poema outras impurezas surgidas, sempre). É preciso, ao jogar-se tudo sobre o papel, assoprar sobre as palavras para que nada atrapalhe a leitura fluvial do leitor apaixonado pela poesia. Trabalho sério esse do poeta, mais difícil do que catar feijão, porque, ao contrário do que acontece na água, sobre o papel, tudo boia: feijão bom, feijão oco e pedra. Portanto, deve o poeta soprar sobre o papel; deve, sim, discernir, averiguar, medir, lapidar, refletir, mirar, suar...

Ao descobrirmos, fascinados, que não existem sinônimos perfeitos, pois as palavras possuem gradações e cada qual deve abarcar um determinado limite, então, colocamo-nos à obra de garimpar palavras. É preciso trabalhar! Ir ao sol, ao rio, molhar-se, cansar-se; um dia inteiro no esforço de encontrá-las, as palavras, que sempre estiveram ali o tempo todo. Mas todo cuidado é pouco: sempre há ouro de tolo, falsos silogismos, metáforas imperfeitas, ritmos forçados, metonímias sem sentido, versos malversados.


Por isso, exatamente, queremos também leitores-gemólogos, que saiam do lugar-comum da linguagem cotidiana, das relações desenfeitadas das pessoas esquecidas do sagrado. Leitores que fujam dos clichês, do significado já cristalizado e acomodado da linguagem diária e que olhem as palavras como verdadeiros mistérios, porque elas, as palavras, são mistérios. Precisamos labutar, então, sobre elas: buscá-las em dicionários, ler os clássicos da literatura, maravilharmo-nos de como os gigantes as usaram; enfim, guardar-se em Camões, Fernando Pessoa, Cecília Meireles e Clarice Lispector (só para citar alguns de língua portuguesa).

Já explicava Eugen Rosenstock-Huessy, em seu livro "A origem da linguagem", que todos os animais gesticulam, fazem barulhos, expressam gemidos, todavia é só o homem, o ser humano, que descobriu essa complexidade maravilhosa das palavras, das frases e dos discursos. Só o homem descobriu que “a linguagem também é o poder de cantar em coro, de encenar uma tragédia, de promulgar leis, de compor versos, de rezar em agradecimento, de fazer um juramento, de confessar pecados, de fazer uma reclamação, de escrever uma biografia, de redigir um relatório, de resolver um problema algébrico, de batizar uma criança, de assinar um contrato, de encomendar a alma de alguém a Deus”, nos lembra Eugen. E eu acrescentaria também - por que não? - só nós descobrimos esse fascínio do ato de escrever em blogs!

Não podemos tratar as palavras levianamente, porque elas podem possuir o peso exato de nossos pensamentos e estes não são apenas diferentes uns dos outros, mas são, de modo assombroso, expressões de algo singular e nobre que nos foi dado pelo próprio Deus: a Sua imagem (a imago Dei).

Enfim, Deus escolheu palavras para nos dizer sobre a sua Palavra. Deus é o autor por excelência e é quem nos ensina sobre o peso das palavras e que não existe gratuidade quando as usamos: palavras não voltam vazias! As palavras de Deus são perfeitas, mas as nossas não. As de Deus carregam o peso exato de Sua intenção, as nossas não. Por isso mesmo, precisamos, responsavelmente, nos esforçar no labor da escritura e da leitura também! Necessitamos, como nos dizia Eugen, retornar com o esteio teológico de que a “linguagem é o campo privilegiado do Espírito Santo”.

PS - Todos os poemas com os quais dialogamos neste post podem ser acessados, bastando seguir os links que deixamos no texto.

Casal 20
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...