Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2014

Eleições 2014 - Por "Uma Nova Política".

Pressionada por Malafaia, Marina recua na causa gay

Menos de 24 horas depois de divulgar seu programa de governo, que contemplava a defesa dos direitos do público LGBT, Marina Silva volta atrás e solta nota para explicar que não era bem assim; o motivo foi a reação irada de Silas Malafaia, evangélico como Marina, que disse que o programa da candidata do PSB conseguia ser "pior do que o de PT e PSDB"; "O texto do capítulo “LGBT”, do eixo “Cidadania e Identidades”, do Programa de Governo da Coligação Unidos pelo Brasil, que chegou ao conhecimento do público até o momento, infelizmente, não retrata com fidelidade os resultados do processo de discussão sobre o tema durante as etapas de formulação do plano de governo", diz a nota divulgada por Marina
30 de Agosto de 2014 às 13:49 247 - O programa de governo de Marina Silva, divulgado ontem, não durou um dia e já começa a ser modificado no que tange aos direitos dos homossexuais.
O motivo foi a gritaria de setores evangélicos liderados pelo pastor Silas Malafa…

Direitos LGBT: "Marina, você brincou com a esperança de milhões de pessoas"

Jean Wyllys, que havia elogiado a primeira versão do programa de governo, critica a candidatada por ceder a pressão de evangélicos fundamentalistas por Jean Wyllys — publicado 30/08/2014 14:48, última modificação 30/08/2014 16:06

Em "nota de esclarecimento",Marina Silva desmente seu próprio programa de governo e afirma que não apoia o casamento civil igualitário, mas uma lei segregacionista de "união civil". Vocês já imaginaram um candidato presidencial dizendo que é contra o direito dos negros ao casamento civil, mas apoiaria uma "lei de união de negros"? A nova política da Marina é tão velha que lembra os argumentos dos racistas americanos de meados do século XX. Contudo, o pior é que ela brincou com as esperanças de milhões de pessoas! E isso é cruel, Marina! Bastaram quatro tuítes do pastor Malafaia para que, em apenas 24 horas, a candidata se esquecesse dos compromissos de ontem, anunciados em um ato público transmitido por televisão, e desmentisse s…

Economia encolhe 0,6% no segundo trimestre, e Brasil entra em recessão

A economia brasileira, medida pelo PIB (Produto Interno Bruto), encolheu 0,6% no 2º trimestre em relação aos três meses anteriores. Além disso, os resultados do 1º trimestre foram revisados de alta de 0,2% para queda de 0,2%.
Com dois trimestres seguidos de resultado negativo, considera-se tecnicamente que o país está em recessão. Isso não acontecia desde a crise financeira global de 2008 e 2009.
Os dados foram divulgados nesta sexta-feira (29) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).
Em valores correntes, o PIB do 2º trimestre alcançou R$ 1,27 trilhão.
Em relação ao mesmo período do ano passado, a queda foi ainda maior: de 0,9%.
No acumulado do 1º semestre, houve crescimento de 0,5% em relação a igual período de 2013.
O PIB acumulado nos quatro trimestres terminados em junho de 2014 teve crescimento de 1,4% em relação aos quatro trimestres imediatamente anteriores.
Após a divulgação do resultado do 1º trimestre, no final de maio, o minis…

Evangélicos turbinam projeto da 'terceira via'

Qui, 28/08/2014 às 07:26 José Roberto de Toledo

Se o 2.º turno da eleição fosse hoje, Marina Silva (PSB) seria eleita presidente graças, sobretudo, ao voto dos eleitores evangélicos. É o que revela a pesquisa Ibope divulgada pelo jornal O Estado de S. Paulo.
Há empate técnico entre Marina e Dilma Rousseff, candidata do PT à reeleição, entre os católicos: 42% a 40%, respectivamente, na simulação de 2.º turno. A diferença de dois pontos está dentro da margem de erro. Ou seja, apesar de serem o maior contingente do eleitorado (63%), os católicos teriam impacto quase insignificante no resultado da eleição, pois dilmistas católicos anulariam marinistas da mesma fé.
O voto decisivo seria dos evangélicos. Com 22% do eleitorado, eles têm praticamente o dobro de preferência por Marina. Na média, 53% dos eleitores pentecostais, de missão e de outras denominações evangélicas declaram voto na candidata do PSB, ante apenas 27% que dizem preferir a atual pr…

Duelo em 10 rounds: 1º debate tem ataques entre Dilma, Marina e Aécio

O segundo bloco do debate entre presidenciáveis na Band colocou os candidatos frente a frente. Os candidatos podiam perguntar para os adversários - a ordem das perguntas foi definida por sorteio e cada candidato só podia ser perguntado duas vezes. A candidata Marina Silva abriu o bloco perguntando para a presidente Dilma Rousseff sobre os pactos apresentados por ocasião das manifestações de junho. "Nada disso funcionou. O que deu errado?", questionou Marina. "Eu considero que tudo deu certo, veja você". Dilma mencionou os cinco pactos - educação, em que citou a lei que dedica o dinheiro dos royalties do pré-sal para a área; saúde, em que ela mencionou o programa Mais Médico, que atende a 50 milhões de pessoas, segundo a presidente; estabilidade econômica, que a presidente afirmou que é atendida com a redução da inflação; e reforma política, que o projeto enviado pela presidência não foi aprovado pelo Congresso. "Acredito que reforma política no…

Um foguete chamado Marina

Natura Nery Por: Folha de S.Paulo

Quem olha as pesquisas internas dos partidos, os chamados "trackings", normalmente solta um palavrão, tamanha é a surpresa com o rápido crescimento de Marina Silva nas sondagens.

Para manter o nível desta coluna, melhor descrever como "susto" a reação dos generais das campanhas ao ver a escalada da nova candidata.

Mais do que a disparada, Marina Silva reorganiza a identidade da campanha. As pesquisas qualitativas sinalizam isso: Marina tem cara de povo, quase um Lula de saias; Aécio é, por vezes, associado a "doutor". Dilma, em diversas referências, é descrita como uma "patroa brava".

É nas chamadas salas de espelho (aquele formato no qual um grupo de eleitores analisa o perfil dos candidatos com uma equipe a monitorá-los secretamente por detrás do vidro) que essas percepções são flagradas.

O método não tem valor científico, mas costuma mostrar tendência e capturar sentimentos difusos. Tanto é as…

Dilma vence primeiro turno, mas perde para Marina no segundo.

Somente Marina tem poder pra vencer Aécio em segundo turno. Pesquisa feita pelo Datafolha para o jornal "Folha de S.Paulo" divulgada na edição desta segunda-feira (18) mostra Dilma Rousseff (PT) com 36% das intenções de voto para presidente, seguida de Marina Silva (PSB), com 21%, e Aécio Neves (PSDB), com 20%. É a primeira pesquisa que inclui um cenário em que a ex-senadora Marina Silva é o possível nome do PSB no lugar do ex-governador Eduardo Campos, que morreu na quarta-feira (13), em um acidente de avião. O PSB ainda não definiu se Marina será a candidata substituta, mas lideranças dão a escolha como certa. No levantamento anterior do Datafolha, realizado nos dias 15 e 16 de julho e divulgado no dia 17,Dilma tinha 36%, Aécio, 20%, e Eduardo Campos, 8%. O percentual de entrevistados que disseram não saber em quem votar ou que não responderam foi de 14% em julho e agora atingiu 9%. Brancos e nulos eram 13%; agora são 8%. O quarto colocado na pesquisa, pastor Eve…

Mulher ganha dentes novos para sorrir para a foto com Dilma

Em agenda no Nordeste nesta quinta-feira, a presidente-candidata Dilma Rousseff visitou obras da transposição do rio São Francisco, em Pernambuco, e também a cidade de Paulo Afonso, na Bahia. No sertão baiano, gravou imagens para sua campanha na casa de Dona Nalvinha, moradora da Comunidade Batatinha e beneficiária do programa federal Água para Todos. Reportagem do jornal Folha de S. Paulo informa nesta sexta-feira que, antes de receber a presidente, Nalvinha, ou Marinalva Gomes Filha, de 46 anos, foi contemplada com uma prótese dentária. “Tudo o que tenho aqui foi a Dilma que me deu”, afirmou a baiana ao jornal – inclusive, a prótese dentária, segundo ela.


Leia também:
Quase no final do mandato, deputado é cassado por compra de votos e caixa 2
STF abre ação contra senador por suspeita de compra de voto
Deputado preso decide renunciar e pretende disputar as eleições novamente
Câmara discute na quarta se abre processo para cassar deputado condenado por compra de votos
Deputado condenado p…

Pastor Silas Malafaia apoiará Marina Silva no segundo turno, diz jornalista

O pastor Silas Malafaia já teria decidido quem apoiar no segundo turno da eleição para a presidência, e a escolhida seria Marina Silva (PSB). O líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo (ADVEC) está apoiando o pastor Everaldo (PSC) neste primeiro turno, “para marcar posição”, como tem repetido diversas vezes. A informação sobre a decisão de Malafaia sobre o apoio a Marina Silva foi divulgado pelo jornalista Lauro Jardim, da revista Veja: “Se Marina Silva for para o segundo turno, Silas Malafaia – que pedirá votos para o pastor Everaldo Dias no primeiro turno – decidiu que irá apoiá-la”, escreveu Jardim. Se confirmada a informação, a decisão de Malafaia condiz com a postura adotada por ele de ir contra o PT em todos os cenários. Recentemente, o pastor havia dito que apoiaria qualquer um que fosse para o segundo turno contra Dilma Rousseff (PT). Em 2010, Malafaia já havia apoiado Marina Silva (à época no PV) no começo da campanha, porém mudou seu voto para José Serra (PSDB), porque…

Marcelo Paiva e Roger travam duelo sobre a ditadura militar

Na semana passada, o vocalista da banda Ultraje a Rigor, Roger Moreira, 57, apagou do Twitter mensagens (reproduzidas abaixo) em que atacava o jornalista e escritor Marcelo Rubens Paiva, 55. "Era melhor do que essa ditadura disfarçada que vivemos hoje."Roger diz que a lavagem cerebral é "um processo de anos e anos" praticado por militantes da esquerda.Para o cantor, é mais difícil "lavar o cérebro" de quem, como ele, pertence à Mensa, organização que reúne pessoas com QI alto. Na semana passada, o vocalista da banda Ultraje a Rigor,Roger Moreira, 57, apagou do Twitter mensagens (reproduzidas abaixo) em que atacava o jornalista e escritorMarcelo Rubens Paiva, 55. Mas isso não quer dizer que tenha se arrependido. À Folha, o autor da canção "Inútil" admitiu ter sido "extremamente grosso", mas reiterou suas declarações e disse que o jornalista "pode ter sofrido lavagem cerebral". Paiva não quis comentar as declarações. FLIP O im…

Um brevíssimo conselho aos militantes anti-calvinistas da internet

.

Por Leonardo Gonçalves


Existe um movimento pequeno, mas irritante, que tem ecoado na web e redes sociais, acerca do qual eu gostaria de comentar. Trata-se da "apologética anti-calvinista" ou ainda, arminianismo militante. Sua agenda consiste em falar mal de Calvino e dos calvinistas, manipular fatos históricos para desmerecer o esforço dos grandes teólogos do passado, hostilizar a tradição reformada, fazer guerra de versículos e ojerizar a CPAD por publicar livros de autores calvinistas como J.I. Packer, D.A. Carson e John MacArthur.

Nos últimos dias, tenho lido algumas refutações ao calvinismo que, para ser honesto, são no mínimo infantis. Penso que para refutar uma doutrina histórica tão importante é preciso ao menos ter conhecimento da sua doutrina e ter lido ao menos algumas das principais obras reformadas para, a partir de então, refutar o que o calvinismo/teologia reformada diz, e não o que alguém supõe que ela diz. 

Conheço os dois lados da moeda, tendo l…

Rachel Sheherazade entrevistará Dilma Rousseff

Crítica ferrenha da forma com a qual o PT governa o Brasil, a jornalista Rachel Sheherazade terá a oportunidade de ficar frente a frente com Dilma Rousseff. Entre os dias 15 e 19 de setembro, o “SBT Brasil” promoverá entrevistas com os candidatos à presidência, a exemplo do que está fazendo o “Jornal Nacional”. Esta será a primeira vez em que Rachel e Dilma se encontrarão pessoalmente. Nas redes sociais, Rachel não poupa críticas à presidente e costuma divulgar links de notícias que mostram o atual cenário econômico do Brasil, além de denúncias de corrupção. Dilma, por sua vez, é a representante maior do governo, que teria ameaçado cortar as verbas de publicidade do SBT caso Sheherazade não deixasse de emitir suas opiniões na bancada do telejornal. Além das entrevistas, o SBT também realizará debates entre os candidatos à presidência nos dias 1° de setembro e 22 de outubro. Ambos serão mediados pelo jornalista Carlos Nascimento.
Fonte